Porto Velho (RO) sexta-feira, 10 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Governo vai abater 60 mil animais com aftosa


Agência O Globo BRASÍLIA - O governo brasileiro vai abater 60 mil cabeças de gado para conter a febre aftosa nos municípios sul-mato-grossenses de Eldorado, Japorã e Mundo Novo. Há dois anos, as três cidades estão interditadas e monitoradas por causa da doença. A operação começou no início da semana, e cerca de cinco mil animais já foram abatidos dentro das normas brasileiras e internacionais de saneamento. Segundo o coordenador de combate à febre aftosa do Ministério da Agricultura, Guilherme Marques, diferentemente do sacrifício sanitário, quando o animal doente é morto e enterrado, nesta operação, será possível o abate para consumo da carne, que será destinada aos mercados de Mato Grosso do sul e de outros estados. Para que possa ser consumida, a carne desses animais passa por um tratamento especial. - Limpamos o foco, tendo um critério técnico e dando total garantia sanitária para o mercado que consumirá o produto, no sentido de que toda carne vai ser maturada ou seja resfriada - disse Marques. A maturação permite que o PH da carne baixe a menos de 6 e, conseqüentemente, inviabilize qualquer vírus de febre aftosa que porventura que esteja no produto. Além disso, a carne é desossada. - Tanto o osso quanto as vísceras, couro e outros subprodutos são destruídos ou submetidos a tratamentos físicos e químicos capazes de matar o vírus - acrescentou o técnico. Guilherme Marques não soube precisar o total do prejuízo causado pela doença nos últimos dois anos em Mato Grosso do Sul, estado que tem o segundo maior rebanho do país. O técnico destacou, porém, o caso do estado de Santa Catarina, que há seis anos não vacina seu rebanho é está livre da doença. - O Brasil é um país com extensão territorial continental, tem regiões com status sanitários diferentes sobre as dimensões da febre aftosa. Como exemplo, temos o estado de Santa Catarina, que já há seis anos não vacina o rebanho e detém o reconhecimento do próprio Ministério da Agricultura como livre da doença sem vacinação. Segundo o técnico, o estado está sendo avaliado neste momento pela Organização dos Estados Americanos (OEA) para o reconhecimento internacional do estado como livre de febre aftosa sem vacinação.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu