Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Governo estuda restrição a pensões por morte


Agência O GloboBRASÍLIA - Técnicos do governo vêm buscando saídas alternativas para corrigir distorções e dar sustentabilidade à Previdência, que, até outubro, registrou déficit de R$ 37 bilhões. E uma solução parece passar por restrições às pensões por morte, que, no Brasil não tem limites de idade ou tempo de contribuição.Segundo o estudo "Determinantes da sustentabilidade e do custo previdenciário: aspectos conceituais e comparações internacionais", preparado pelo economista Marcelo Caetano, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o sistema brasileiro é o mais benevolente do mundo e precisa de reformas.Segundo Marcelo Caetano, os gastos com pensão por morte correspondem a cerca de 20% do total de benefícios pagos no Brasil. Somente em outubro, esses desembolsos somaram R$ 2,7 bilhões.Ele destaca que o governo teria espaço para restringir um pouco mais as regras para o recebimento desse benefício, lembrando que isso já ocorreu no passado. Segundo técnicos da equipe econômica, é preciso fazer um debate mais amplo com a sociedade sobre a forma de modificar a concessão de benefícios como a pensão por morte. Apesar de o governo estar trabalhando para incluir algumas medidas para a Previdência no pacote que será anunciado esta semana, o tema ainda é muito polêmico, e a equipe acredita que precisará de mais tempo para alinhavar todas as ações.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que