Porto Velho (RO) terça-feira, 25 de fevereiro de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Governo derruba reajuste de 16,67% para aposentados


Agência O Globo BRASÍLIA - Depois de meses de polêmica, o governo conseguiu finalmente barrar o reajuste de 16,67% para os aposentados que ganham acima de um salário-mínimo. Ontem, o Senado aprovou a Medida Provisória que aumenta em 5,01% os benefícios superiores a R$ 350. A oposição tentou elevar o índice de reajuste para 16,67% - o mesmo usado para aumentar o salário-mínimo e as aposentadorias de igual valor em abril. No entanto, a emenda foi rejeitada por 30 a 22 votos. Em agosto, o Congresso aprovou o aumento maior para os aposentados que ganham acima do mínimo. No entanto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vetou o reajuste de 16,67%. Os cálculos do governo mostravam que o índice maior teria um impacto de R$ 7,7 bilhões nas contas da Previdência. Por causa do veto, a MP que reajustava as aposentadorias em 5% perdeu validade - e obrigou o governo a editar uma outra medida. Agora, oito meses depois do reajuste anunciado, o Congresso finalmente aprovou os 5,01% propostos.

Mais Sobre Política - Nacional

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu

Jair Bolsonaro envia projeto que regulamenta exploração de terras indígenas

Jair Bolsonaro envia projeto que regulamenta exploração de terras indígenas

O presidente Jair Bolsonaro apresentou nesta quarta-feira (5) um projeto de lei (PL) para regulamentar a exploração de atividades econômicas em terras

Carta aberta ao Congresso Nacional pelas aprovações da PEC nº 108 de 2019ª

Carta aberta ao Congresso Nacional pelas aprovações da PEC nº 108 de 2019ª

Nos últimos anos voltou à tona a discussão sobre o excesso de regulamentação profissional no Brasil, numa   verdadeira afronta ao disposto no art. 5º,