Porto Velho (RO) quarta-feira, 3 de junho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Governo barra aumento de 16,67% aos aposentados


Isabel Braga - Agência O Globo BRASÍLIA - O Governo conseguiu barrar no final desta terça-feira, na Câmara dos Deputados, a emenda do PFL à Medida Provisória 316/06, ou MP dos Aposentados, que concedia aumento de 16,67% aos beneficiários do INSS que ganham mais de um salário-mínimo. Por 184 votos contrários a 158 votos a favor, a emenda foi engavetada. Houve ainda 4 abstenções. A aprovação da emenda representaria uma grande derrota para o novo governo Lula. O texto-base aprovado no dia 8 garante reajuste de 5,01%, como quer o Executivo. Os partidos orientaram suas bancadas para a votação. PDT e PPS já orientaram pelo sim, enquanto PL, PTB e PT orientaram pelo voto contrário à emenda, que precisaria de 257 votos para ser aprovada. Em agosto, o Congresso havia aprovado o reajuste, vetado pelo presidente Lula sob o argumento de os cofres da Previdência não poderiam suportar uma despesa extra de R$ 12 bilhões.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu