Porto Velho (RO) quarta-feira, 23 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Governo autoriza nomeação de 315 concursados no Dnit


Regina Alvarez - Agência O GloboBRASÍLIA - Considerado estratégico para a viabilização do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o Departamento de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT), ligado ao Ministério dos Transportes, terá seu quadro de pessoal reforçado. O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, autorizou na sexta-feira a nomeação de 315 candidatos aprovados em concurso realizado em 2005, que ainda não tinham sido chamados pelo governo.A autorização está na Portaria 82 , publicada no Diário Oficial da União de ontem. Foram chamados 100 analistas de infra-estrutura de transportes, 100 técnicos de suporte em infra-estrutura de transportes, 65 analistas administrativos e 100 técnicos administrativos.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que