Porto Velho (RO) sábado, 21 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Governador de Rondônia fica no cargo por enquanto, decide TSE


 

Ana Luiza Zenker
Agência Brasil


Brasília - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu manter o governador de Rondônia, Ivo Cassol, no cargo, até que a decisão sobre a cassação do seu mandato seja publicada ou até que seja julgado novo recurso, caso ele venha a ser apresentado. A determinação foi do ministro Arnaldo Versiani, atendendo a pedido de Cassol.

Na terça-feira (4), o Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE-RO) cassou o mandato de Ivo Cassol e do seu vice, João Aparecido Cahulla, por compra de votos e abuso de poder nas eleições de 2006, quando concorreram pelo PPS.

O governador recorreu, alegando que o seu afastamento imediato poderia trazer prejuízos irreparáveis, gerando insegurança à população. Além disso, ele alegou que o vice-governador não teve assegurado o direito de ser parte no processo de cassação.

O ministro Arnaldo Versiani se apoiou na jurisprudência do TSE, que tem entendido que a deliberação sobre o cumprimento imediato de decisões que afastem mandatários de cargos eletivos, especialmente da chefia do Poder Executivo, deve esperar pela publicação da decisão e pelo julgamento de eventuais recursos.


 

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç