Porto Velho (RO) terça-feira, 11 de dezembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Governador de Rondônia denunciou deputados que tentavam extorquir dinheiro dele


Agência O GloboRIO - Em maio de 2005, o governador de Rondônia, Ivo Cassol (PPS), divulgou uma série de gravações do que seria um grupo de deputado estaduais tentando extorqui-lo. Os parlamentares teriam exigido R$ 50 mil por mês para não aprovarem o impeachment do governador. Segundo seu próprio relato, Cassol gravou os diálogos em que oferece propinas para incriminar os deputados. As imagens, exibidas na TV, mostravam o governador fazendo a proposta ao deputado Amarildo Almeida. Cassol prometia ainda a entrega, sem licitação, de obras para o Sindicato da Construção Civil do estado.Almeida, afastado do PDT por causa das denúncias, apareceu na gravação negando a proposta. "Numa proposta dessa eu nem ia sentar para conservar com o senhor", diz o parlamentar. "A proposta de oportunidade é única, R$ 50 mil para cada um dos 14 deputados", ofereceu Cassol. Amarildo respondeu: "O senhor pode contar com R$ 50 mil a menos".Depois da apresentação da fita, a denúncia contra Cassol, por crime de responsabilidade na Assembléia Legislativa de Rondônia, foi arquivada. Meses depois, a Polícia Federal apreendeu fitas em sua casa. Vieram a públicos outros trechos de gravações, onde Cassol oferecia R$ 20 mil mensais a deputados estaduais em troca de apoio, no que seria uma nova versão da denúncia.Num trecho, o governador conversava com o deputado João da Muleta, um dos sete acusados por ele de pedir propina. Cassol disse pagar R$ 20 mil por mês a quatro parlamentares governistas, em acertos feitos por João Cahula, à época chefe da Casa Civil.Em sua defesa, o governador disse que, na verdade, recebeu o pedido de propina de sete deputados e repassou a outros, para gravar a reação deles. "Em muitas das gravações fiz simulações. Se estou gravando e quero que o pessoal abra o jogo, tenho que pedir. Essa simulação foi para que eles abrissem o jogo", justificou à época.Nas fitas apreendidas, estava toda a gravação, e não apenas o trecho apresentado por Cassol. Os deputados foram absolvidos pela Assembléia Legislativa de Rondônia. O plenário concluiu que não houve quebra de decoro por parte dos deputados denunciados pelo governador por pedir propina em troca de apoio político.

Mais Sobre Política - Nacional

Bolsonaro pede, em diplomação, confiança daqueles que não votaram nele

Bolsonaro pede, em diplomação, confiança daqueles que não votaram nele

No discurso de diplomação, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, prometeu hoje (10) governar para todos, sem qualquer distinção ou discriminaçao. Bo

BOLSONAROS - PATRIMÔNIO DE R$ 15 MILHÕES É SUSPEITO E TEM INDÍCIOS DE LAVAGEM

BOLSONAROS - PATRIMÔNIO DE R$ 15 MILHÕES É SUSPEITO E TEM INDÍCIOS DE LAVAGEM

O esquema Bolsonaro-Queiroz que emergiu na última quinta-feira (6) pode ser apenas a ponta do iceberg que envolve o clã Bolsonaro. Jair e seus filho

Presidente Temer anuncia intervenção federal em Roraima até o fim do ano

Presidente Temer anuncia intervenção federal em Roraima até o fim do ano

O presidente Michel Temer determinou a intervenção federal no estado de Roraima, em virtude da crise na segurança pública e penitenciária no estado a

RICARDO KOTSCHO - Conexão da família do PM Queiroz envolve Jair, Michele e Flávio Bolsonaro

RICARDO KOTSCHO - Conexão da família do PM Queiroz envolve Jair, Michele e Flávio Bolsonaro

O assessor parlamentar, motorista e segurança de Flávio Bolsonaro, PM Fabrício José Carlos de Queiroz, fez movimentações de RS 1,2 milhão em sua con