Porto Velho (RO) sábado, 21 de julho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Governador de Rondônia denunciou deputados que tentavam extorquir dinheiro dele


Agência O GloboRIO - Em maio de 2005, o governador de Rondônia, Ivo Cassol (PPS), divulgou uma série de gravações do que seria um grupo de deputado estaduais tentando extorqui-lo. Os parlamentares teriam exigido R$ 50 mil por mês para não aprovarem o impeachment do governador. Segundo seu próprio relato, Cassol gravou os diálogos em que oferece propinas para incriminar os deputados. As imagens, exibidas na TV, mostravam o governador fazendo a proposta ao deputado Amarildo Almeida. Cassol prometia ainda a entrega, sem licitação, de obras para o Sindicato da Construção Civil do estado.Almeida, afastado do PDT por causa das denúncias, apareceu na gravação negando a proposta. "Numa proposta dessa eu nem ia sentar para conservar com o senhor", diz o parlamentar. "A proposta de oportunidade é única, R$ 50 mil para cada um dos 14 deputados", ofereceu Cassol. Amarildo respondeu: "O senhor pode contar com R$ 50 mil a menos".Depois da apresentação da fita, a denúncia contra Cassol, por crime de responsabilidade na Assembléia Legislativa de Rondônia, foi arquivada. Meses depois, a Polícia Federal apreendeu fitas em sua casa. Vieram a públicos outros trechos de gravações, onde Cassol oferecia R$ 20 mil mensais a deputados estaduais em troca de apoio, no que seria uma nova versão da denúncia.Num trecho, o governador conversava com o deputado João da Muleta, um dos sete acusados por ele de pedir propina. Cassol disse pagar R$ 20 mil por mês a quatro parlamentares governistas, em acertos feitos por João Cahula, à época chefe da Casa Civil.Em sua defesa, o governador disse que, na verdade, recebeu o pedido de propina de sete deputados e repassou a outros, para gravar a reação deles. "Em muitas das gravações fiz simulações. Se estou gravando e quero que o pessoal abra o jogo, tenho que pedir. Essa simulação foi para que eles abrissem o jogo", justificou à época.Nas fitas apreendidas, estava toda a gravação, e não apenas o trecho apresentado por Cassol. Os deputados foram absolvidos pela Assembléia Legislativa de Rondônia. O plenário concluiu que não houve quebra de decoro por parte dos deputados denunciados pelo governador por pedir propina em troca de apoio político.

Mais Sobre Política - Nacional

MST protesta em frente ao STF contra privilégios do Judiciário

MST protesta em frente ao STF contra privilégios do Judiciário

Ação foi feita pelo Grupo de Agitação e Propaganda do movimento e também denunciou prisão política de Lula

CNJ intima Favreto, Gebran e Moro sobre HC de Lula

CNJ intima Favreto, Gebran e Moro sobre HC de Lula

O ministro corregedor do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), João Otávio de Noronha, intimou os desembargadores Rogério Favreto e João Pedro Gebran Ne

Vice-presidente do STJ nega liberdade a Lula

Vice-presidente do STJ nega liberdade a Lula

Ministro Humberto Martins negou nesta quarta-feira 18 um habeas corpus impetrado por um cidadão em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; e

Secretários Executivos dos regionais da CNBB se encontram em Porto Velho(RO)

Secretários Executivos dos regionais da CNBB se encontram em Porto Velho(RO)

Secretários Executivos dos 18 regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) participam em Porto Velho (RO) do encontro que reúne os ar