Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Gol diz que confusão nos aeroportos abalou lucro no 4º trimestre


Agência O GloboSÃO PAULO - Os atrasos e cancelamentos de vôos que incomodaram os brasileiros no final do ano passado tiveram efeitos sobre os resultados da Gol, a segunda maior companhia aérea do país em número de passageiros transportados, avalia a própria companhia.A companhia fechou o quarto trimestre de 2006 com um lucro líquido de R$ 92,7 milhões, uma queda de 45,7% em relação ao lucro apurado no mesmo período de 2005."Efeitos externos no trimestre, cancelamento de vôos, desestímulos na demanda e aumento de no-shows devido aos atrasos no controle de tráfego aéreo- impactaram negativamente os yields e as taxas de ocupação", afirmou a Gol em comunicado.`Estimamos que a receita tenha sido reduzida em, aproximadamente, 150 milhões de reais, e os custos aumentados em 41 milhões de reais'', acrescentou.A Gol teve uma queda de 30 por cento nas vendas de passagens em dezembro na comparação com o volume registrado em novembro. Apesar disso, a companhia conseguiu encerrar o quatro trimestre de 2006 com participações no mercado regular doméstico e internacional de 37 por cento e 13 por cento, respectivamente, ante 30 por cento e 3 por cento no final de 2005.A receita líquida da empresa no último trimestre de 2006 somou 1,012 bilhão de reais, um aumento de 23,2 por cento em relação ao mesmo período de 2005.O Ebtida somou 136,4 milhões de reais, o que resultou em uma margem de 13,5 por cento. No quatro trimestre de 2005, o Ebtida da Gol foi de 187,3 milhões de reais.Ainda assim, a Gol conseguiu fechar seu balanço de 2006 com um aumento de 10,9 por cento em seu lucro líquido anual, que passou de 513,230 milhões de reais, em 2005, para 569,137 milhões de reais.O retorno sobre patrimônio líquido foi de 25,8 por cento e o retorno sobre ativos foi de 13,2 por cento. (Por Renato Andrade)

Mais Sobre Política - Nacional

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Está revogada a decisão do Carf que havia livrado o banco de pagamento de multa de R$ 26 bilhões por sonegação de impostos; é a maior da história...

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários protestam contra as resoluções da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da Uni