Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Gol diz que confusão nos aeroportos abalou lucro no 4º trimestre


Agência O GloboSÃO PAULO - Os atrasos e cancelamentos de vôos que incomodaram os brasileiros no final do ano passado tiveram efeitos sobre os resultados da Gol, a segunda maior companhia aérea do país em número de passageiros transportados, avalia a própria companhia.A companhia fechou o quarto trimestre de 2006 com um lucro líquido de R$ 92,7 milhões, uma queda de 45,7% em relação ao lucro apurado no mesmo período de 2005."Efeitos externos no trimestre, cancelamento de vôos, desestímulos na demanda e aumento de no-shows devido aos atrasos no controle de tráfego aéreo- impactaram negativamente os yields e as taxas de ocupação", afirmou a Gol em comunicado.`Estimamos que a receita tenha sido reduzida em, aproximadamente, 150 milhões de reais, e os custos aumentados em 41 milhões de reais'', acrescentou.A Gol teve uma queda de 30 por cento nas vendas de passagens em dezembro na comparação com o volume registrado em novembro. Apesar disso, a companhia conseguiu encerrar o quatro trimestre de 2006 com participações no mercado regular doméstico e internacional de 37 por cento e 13 por cento, respectivamente, ante 30 por cento e 3 por cento no final de 2005.A receita líquida da empresa no último trimestre de 2006 somou 1,012 bilhão de reais, um aumento de 23,2 por cento em relação ao mesmo período de 2005.O Ebtida somou 136,4 milhões de reais, o que resultou em uma margem de 13,5 por cento. No quatro trimestre de 2005, o Ebtida da Gol foi de 187,3 milhões de reais.Ainda assim, a Gol conseguiu fechar seu balanço de 2006 com um aumento de 10,9 por cento em seu lucro líquido anual, que passou de 513,230 milhões de reais, em 2005, para 569,137 milhões de reais.O retorno sobre patrimônio líquido foi de 25,8 por cento e o retorno sobre ativos foi de 13,2 por cento. (Por Renato Andrade)

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul