Porto Velho (RO) segunda-feira, 9 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Garibaldi admite que não pode punir senadores que empregam parentes na Casa


Priscilla Mazenotti
Agência Brasil

Brasília - Dos 81 senadores, apenas 35 responderam à consulta feita pelo presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), sobre a prática de nepotismo em seus gabinetes. Desses, 33 negaram a contratação de parentes no Senado.

O senador Garibaldi Alves Filho informou que fará amanhã (14) uma reunião da Mesa Diretora da Casa para discutir o assunto. Apesar de mais da metade dos senadores não terem obedecido à determinação do presidente do Senado, ele disse que não poderá aplicar punições.

"A lei não prevê punição, mas não podemos prever uma caça às bruxas. Se trata de colegas meus aqui do Senado e tenho de tratá-los com toda a civilidade possível", disse.

Na reunião da Mesa marcada para amanhã, Garibaldi disse que espera uma solução definitiva para o assunto.


 

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p