Porto Velho (RO) quarta-feira, 5 de agosto de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Festa sóbria para a segunda posse de Lula


Agência O Globo BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o vice José Alencar tomam posse na tarde desta segunda-feira em Brasília, em cerimônia simples, sem presidentes estrangeiros. Lula não dará posse coletiva aos ministros, que ficam na Esplanada até a reforma ministerial, no início de 2007. O presidente fará dois discursos: no Congresso, para políticos e convidados, e no Parlatório do Planalto, para o povo. Não haverá coquetéis ou jantar. - O presidente pediu uma posse sóbria e forte politicamente - disse o coordenador do evento, Cézar Alvarez. O governo deve gastar pouco mais de R$1,1 milhão na festa. Haverá um show na Praça dos Três Poderes e convidados especiais: parceiros e beneficiários de programas do governo, como Bolsa Família, Pronaf e Luz para Todos. Da catedral ao Congresso, em carro aberto O presidente sairá do Palácio da Alvorada e irá direto para a Catedral de Brasília, às 15h45m. Da catedral, ele seguirá em carro aberto para o Congresso Nacional, acompanhado do vice-presidente, José Alencar. As esposas de Lula e Alencar estarão junto com os respectivos maridos. Já às 16h, os dois chegam ao Congresso Nacional, onde Lula fará o primeiro pronunciamento. Ao final do evento, que deve durar uma hora e meia, Lula e Alencar passam em revista as tropas. Por volta das 18h, começará a cerimônia no Palácio do Planalto. Lula subirá a rampa do Palácio do Planalto já com a faixa de presidente. De acordo com Alvarez, não haverá passagem de faixa porque "ela já faz parte do vestuário do presidente". Ao subir a rampa, Lula seguirá para o parlatório, onde fará o segundo pronunciamento. Os convidados ficarão do lado de fora do palácio, em área reservada. Do lado de dentro, estarão somente os ministros e seus familiares. São esperados cerca de 1.800 convidados no Planalto, incluindo governadores, prefeitos e magistrados. No Congresso, além dos parlamentares, haverá cerca de 300 convidados. Na Esplanada dos Ministérios, o governo espera entre 40 mil e 50 mil pessoas para a festa popular. O show será comandado pelo ator Sérgio Mamberti, secretário da Identidade e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura, com apresentações de Leci Brandão e Olodum, entre outros. Eles não cobraram cachê.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu