Porto Velho (RO) domingo, 24 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Exoneração de Freud Godoy será publicada nesta terça


Cristiane Jungblut - Agência O GloboBRASÍLIA - O Palácio do Planalto confirma que Freud Godoy, assessor especial do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, encaminhou pedido de exoneração, que será publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira. Conforme o próprio Freud explicou em entrevista à TV Globo, o assessor encaminhou pedido de exoneração endereçado a Gilberto Carvalho, chefe de gabinete do presidente Lula, nesta segunda-feira. A assessoria do Planalto confirma ainda que Lula telefonou para Freud pela manhã para obter informações sobre o noticiário.Freud Godoy está sendo apontado como a pessoa que teria encomendado um dossiê contra o tucano José Serra, candidato ao governo de São Paulo. Freud está lotado na Secretaria Particular do gabinete pessoal do presidente da República. Ele foi nomeado no dia 12 de março de 2003, mas presta serviço no gabinete da primeira-dama, dona Marisa Letícia.

Mais Sobre Política - Nacional

Ministro de Temer fala em 'guerra letal' nas favelas e avisa que 'criança bonitinha' pode virar alvo

Ministro de Temer fala em 'guerra letal' nas favelas e avisa que 'criança bonitinha' pode virar alvo

"Você vê uma criança bonitinha, de 12 anos de idade, entrando em uma escola pública, não sabe o que ela vai fazer depois da escola. É muito complicado

Fachin precisou de 45 minutos para anular julgamento de Lula

Fachin precisou de 45 minutos para anular julgamento de Lula

O intervalo de tempo entre a publicação da decisão do TRF-4, de Porto Alegre, e do ministro Edson Fachin, do STF, que arquivou na noite desta sexta 22

Marco Aurélio diz que prisão de Lula é ilegal

Marco Aurélio diz que prisão de Lula é ilegal

Um dos ministros mais experientes do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está preso il

TRF-4 homologa delação premiada de Palocci à PF

TRF-4 homologa delação premiada de Palocci à PF

Desembargador Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, de Porto Alegre, validou nesta sexta-feira a delação premiada do ex-ministro An