Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

'Exército é para manobra militar, não política', diz Alckmin


Flávio Freire, Agência O GloboSÃO PAULO - Às vésperas da visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao 2º Comando Militar do Sudeste, neste sexta-feira, o candidato do PSDB à presidência, Geraldo Alckmin, insinuou que o governo federal estaria usando o Exército para fazer manobras políticas. Em entrevista concedida após o evento, na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Alckmin não disse se era ou não contrário ao envio de tropas militares para São Paulo. Ele voltou a sugerir que o trabalho das Forças Armadas deveria se restringir deveria se restringir a manter a ordem nas fronteiras do país.- As Forças Armadas devem fazer o policiamento das fronteiras. Hoje temos tráfico de drogas e de armas pelas fronteiras seca, marítima e aérea e aí sim o papel do Exército é importante. O Exército faz manobras militares, não manobras políticas. O Exército é uma instituição que não deve servir a manobras políticas - disse Alckmin.Para ele, o governo federal deve liberar os recursos prometidos a São Paulo.- O governador Cláudio Lembo já disse que governo federal pode ajudar e o estado aceita. Agora, tem que ser uma ajuda efetiva, que é e liberação de recursos, que até hoje não aconteceu - disse Alckmin.Ainda na entrevista, Alckimin mostrou-se constrangido quando indagado sobre a ausência do candidato do PSDB, José Serra, ao governo do estado de São Paulo, no debate realizado nesta quarta-feira pela tevê Gazeta. Sobre este assunto, Alckmin desconversou.- O Serra responde por ele - disse, constrangido diante da pergunta.O candidato a presidência pelo PSDB disse ainda que pediu à direção da tevê Bandeirantes que coloque uma cadeira vazia no estúdio caso Lula não compareça ao debate que será realizado na emissora na próxima segunda-feira.Alckmin afirmou que o avanço da candidata Heloísa Helena, do PSOL, nas pesquisas de intenção de voto não o preocupa.

Mais Sobre Política - Nacional

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul

Jair Bolsonaro confirma revogação da adesão ao Pacto Global para Migração

Jair Bolsonaro confirma revogação da adesão ao Pacto Global para Migração

O presidente Jair Bolsonaro confirmou a revogação da adesão do Brasil ao Pacto Global para Migração Segura, Ordenada e Regular. Na sua conta no Twitte