Porto Velho (RO) sábado, 18 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Ex-deputado Hildebrando Pascoal só vai a júri em outubro


Agência O GloboBRASÍLIA - O ex-deputado federal Hildebrando Pascoal (PFL-AC) vai a júri na Justiça Federal do Distrito Federal no dia 23 de outubro. O julgamento estava previsto para a próxima segunda-feira, mas foi adiado a pedido do Ministério Público Federal e da Defensoria Pública da União. O ex-deputado é acusado de ser o mentor da morte do soldado do Corpo de Bombeiros do Acre Sebastião Crispim, executado durante uma festa, e está preso desde 1999 por crimes como tráfico de drogas e corrupção eleitoral.A idéia da Justiça é evitar a estratégia de desistir da defesa em cima da hora que os advogados do ex-deputado utilizaram nas duas últimas tentativas de levar Hildebrando a julgamento. Para não prejudicar o júri, a Justiça Federal do DF nomeou a defensoria pública da União para fazer a defesa do ex-deputado. Atualmente, Hildebrando está preso na Unidade de Readaptação Prisional Antônio Amaro Alves, no Acre.Além de Hildebrando, ainda não foram julgados João Souza e Reginaldo Rocha, acusados de envolvimento no caso. Em maio, os ex-policiais Alexandre Alves da Silva, Alex Fernandes Barros, Raimundo Alves de Oliveira e Ronaldo Romero foram a júri. Os três primeiros foram condenados por homicídio triplamente qualificado. Romero foi absolvido por falta de provas.Hildebrando foi cassado em 1999 depois de ser investigado na CPI do Narcotráfico e pelo Ministério Público Federal. Em março de 2005, foi condenado a 25 anos e seis meses de prisão pela 10ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal, por homicídio triplamente qualificado.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di