Porto Velho (RO) quinta-feira, 17 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Ex-deputado acusado de liderar grupo de extermínio será julgado


Ismael Machado - Agência O GloboBELÉM - Acusado até de ser o mentor de um grupo de extermínio no Acre, o ex-deputado do PFL, Hildebrando Pascoal, vai a novo julgamento da Justiça Federal em Brasília, na próxima segunda-feira. O processo contra o ex-deputado corre na 12ª Vara Federal. Ele está preso desde 1999 por participação em tráfico de drogas e homicídios.Hildebrando e mais dois acusados - João Souza e Reginaldo Rocha - serão julgados pelo assassinato de Sebastião Crispim, soldado do Corpo de Bombeiros no Acre, que foi morto a tiros em setembro de 1997 quando participava de uma festa em Rio Branco. O ex-deputado é acusado de ser o mandante do crime.Em maio deste ano, outros quatro acusados de envolvimento no caso foram julgados e condenados. São eles os ex-policiais Alexandre Alves da Silva, Alex Fernandes Barros e Raimundo Alves de Oliveira.Para esse julgamento, Hildebrando Pascoal está, pelo menos por enquanto, sem defesa. Na última segunda-feira , seu advogado deixou o caso. Para não prejudicar o júri, já marcado para a próxima segunda-feira, o juiz da 12ª Vara Federal do Distrito Federal nomeou a Defensoria Pública da União para fazer a defesa dele.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul