Porto Velho (RO) domingo, 20 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Endividado, consumidor comprará menos no Natal


Maria Fernanda Blaser - Agência O GloboSÃO PAULO - O excesso de compras parceladas e empréstimos deixou, pelo menos, 61% dos consumidores com a corda no pescoço. Endividados, eles deverão restringir as compras de Natal neste ano.- Os dados mostram que 34% dos consumidores endividados não vão pagar seus débitos. Em 2005, eram 19%. Por conta desses números, esperamos um crescimento nas vendas de 1% neste Natal - afirma o diretor executivo da Federação do Comércio de São Paulo (Fecomercio), Antonio Carlos Borges.Segundo a Fecomercio, a maioria dos endividados é mulher (62%) e ganha até três salários-mínimos (76%).- O percentua ldaqueles que não pretendem pagar a dívida é maior entre quem tem mais de 35 anos. Isso porque muitos idosos estão endividados com o crédito consignado - diz Borges.Ângela Santos, de 32 anos, não pretende gastar neste Natal.- Ainda estou pagando dívidas de móveis - comenta ela, que está com o nome sujo. - Não vou comprar presente de Natal.Emílio Alfiere, economista da Associação Comercial de São Paulo, estaca que as compras à vista cresceram 5,7% e o crediário, 3,5%.- O consumidor sabe que está no limite de endividamento. Por isso, passou a comprar sem parcelar.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul