Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Empresas aéreas querem ser ressarcidads dos prejuízos


Ramona Ordoñez - Agência O GloboRIO - As empresas aéreas vão querer ser ressarcidas pelos prejuízos que estão tendo com a paralisação dos aeroportos devido à greve dos controladores de vôo, como também em relação aos problemas ocorridos no fim do ano passado e no início deste ano. A informação foi dada há pouco pelo Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea) ao explicar por meio de sua assessoria que já foi acertado com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a criação de um grupo de trabalho que vai definir a metodologia para se calcular os prejuízos das companhias que exigirão seu ressarcimento. Somente a TAM colocou nos hotéis em Brasília 2.500 clientes, na tentativa de atender o maior número possível de clientes.As companhias aéreas esperam normalizar a situação de seus vôos até amanhã. Segundo o Snea, pelo todas estão se esforçando para conseguir regularizar o mais rápido possível seus serviços. Para isso as empresas estão utilizando todos os seus aviões disponíveis assim como convocou todos os seus trablhadores, dentro das normas se segurança, para virem trabalhar.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul