Porto Velho (RO) sábado, 19 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Em sabatina, Alckmin ataca PT


Hilda Badenes - Agência O GloboRIO - Em sabatina a colunistas do jornal "O Globo", o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, disparou críticas ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato do PT à reeleição, e afirmou que os recentes escândalos de corrupção não são fatos isolados. O candidato voltou a negar que tenha a intenção de privatizar estatais, como insinuam petistas, e afirmou que trata-se de uma "mentira política" para ganhar votos e abafar o escândalo do dossiê. Alckmin se mostrou otimista quanto ao resultado das eleições, minimizou a vantagem do presidente Lula nas pesquisas e agradeceu o apoio do casal Garotinho, esclarecendo que não é uma aliança. O candidato também saiu em defesa da gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso que, segundo ele, teve "mais acertos do que erros". E disse que vai trabalhar contra a reeleição.Facções x dossiê: "Os líderes do PCC estão presos em penitenciárias de segurança máxima. Os envolvidos no dossiê estão livres, soltos, debochando da sociedade brasileira".Thomaz Bastos: "Se comportou como advogado do PT, do que como ministro. A mistura partido e governo é uma promiscuidade".Privatizações: "Não há vergonha. A privatização foi necessária, cumpriu uma etapa importante. Minha prioridade não é privatização, é fazer Parceria Público Privada (PPP). Agora, não podemos aceitar a mentira política".Elite: "Se há um governo que privilegiou a elite, foi esse (Lula). Abandonou a agenda do crescimento. O que interessa para o trabalhador é emprego".Casal Garotinho: "Não é aliança, é apoio. Apoio se recebe, e obrigada. Não é compromisso. Eu leio o blog do Cesar Maia todo dia".Fernando Henrique: "Tínhamos muito mais acerto do que erros. Muito do que se colhe hoje foi plantado lá atrás"Segundo turno: "Essa eleição vai ser taco a taco. Muito disputada. As grandes mudanças ocorrem no final. Vocês viram no primeiro turno".Reeleição: "Quatro anos é um bom mandato. Sou contra mandato de cinco anos. Se não, vai ter eleição todo ano. Reeleição pode até ser coisa boa. Mas tem que rever as regras e isso depende do Congresso Nacional".Governo Lula: "Demos uma marcha ré na questão ética, no apreço pela democracia, na gestão e na eficiência, no crescimento. Para que reeleger? Perder mais quatro anos?"Economia: O candidato disse que vai promover um profundo corte de gastos, começando pelo gabinete da Presidência da República. Para ele, o atual governo errou ao adotar um política fiscal frouxa e política monetária dura demais.Engavetamento de CPIs: Alckmin disse que não controla o Legislativo. "Não pode comparar a lambança do PT com seu governo em São Paulo".

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que