Porto Velho (RO) sábado, 18 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Em reunião do plenário do STF, ministros criticam o CNJ


Evandro Eboli - Agência O GloboBRASÍLIA - Durante sessão do plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) que discute uma resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que concede férias coletivas para os juízes, os ministros fizeram duras críticas às últimas decisões do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão presidido pela ministra Ellen Gracie, que também preside o STF. O ministro Marco Aurélio Mello disse que, quando foi criado o CNJ, ele fez a previsão de que estava sendo criado um superórgão. Segundo Marco Aurélio, é hora de o Supremo começar a atuar.- Não sou bruxo, mas quando se discutiu a criação do CNJ apontei que estaríamos diante da previsão de criação de um superórgão. Me mostrei estarrecido - afirmou.O ministro Ricardo Lewandowski disse que o CNJ tem a natureza eminentemente administrativa, e não legislativa ou judiciária, que não pode inovar em matéria legislativa. Na opinião dele, o CNJ deveria ser como o Tribunal de Contas da União (TCU), apenas um órgão auxiliar.- Não é possível que num Estado democrático de direito um órgão administrativo se expresse com força de lei. Ele não pode expedir regulamentação e nem pode cercear atos e garantias individuais dos cidadãos - afirmou Lewandowski.A ministra Ellen Gracie não está participando da sessão.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di