Porto Velho (RO) sábado, 19 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Em reunião do plenário do STF, ministros criticam o CNJ


Evandro Eboli - Agência O GloboBRASÍLIA - Durante sessão do plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) que discute uma resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que concede férias coletivas para os juízes, os ministros fizeram duras críticas às últimas decisões do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão presidido pela ministra Ellen Gracie, que também preside o STF. O ministro Marco Aurélio Mello disse que, quando foi criado o CNJ, ele fez a previsão de que estava sendo criado um superórgão. Segundo Marco Aurélio, é hora de o Supremo começar a atuar.- Não sou bruxo, mas quando se discutiu a criação do CNJ apontei que estaríamos diante da previsão de criação de um superórgão. Me mostrei estarrecido - afirmou.O ministro Ricardo Lewandowski disse que o CNJ tem a natureza eminentemente administrativa, e não legislativa ou judiciária, que não pode inovar em matéria legislativa. Na opinião dele, o CNJ deveria ser como o Tribunal de Contas da União (TCU), apenas um órgão auxiliar.- Não é possível que num Estado democrático de direito um órgão administrativo se expresse com força de lei. Ele não pode expedir regulamentação e nem pode cercear atos e garantias individuais dos cidadãos - afirmou Lewandowski.A ministra Ellen Gracie não está participando da sessão.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul