Porto Velho (RO) sábado, 19 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Em livro de memórias, Palocci diz que Lula cogitou lançá-lo candidato à sua sucessão


Agência O GloboBRASÍLIA - Chega hoje às principais livrarias do país o livro "Sobre formigas e cigarras" (Editora Objetiva), do deputado e ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci (PT-SP), no qual Palocci relata bastidores da sua passagem pelo governo e reforça sua posição sobre a condução da economia.O jornal O Globo, em sua edição desta terça-feira, apresenta algumas passagens do livro, e dá destaque à quase candidatura de Palocci à presidência.- O presidente está realmente pensando em não ser candidato. E nós vemos o seu nome como opção. O Ciro Gomes também é uma alternativa , mas percebemos a preferência pelo seu nome - teria dito Gilberto Carvalho, chefe de gabinete do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de acordo com o relato de Palocci.Essa revelação e outros bastidores, desde a fase de formação do governo Lula, recheiam as 254 páginas, mas Palocci põe o foco na política econômica e enaltece as realizações de sua gestão, com ênfase para o ajuste fiscal e o empenho em garantir um superávit primário vigoroso nas contas públicas.Em relação a Lula, o livro é só elogios. Exalta a sua capacidade política e de liderança. E deixa claro que o presidente é o verdadeiro condutor da política econômica, relatando um episódio para provar isso. Disse que foi Lula, e não o Conselho Monetário Nacional (CMN), quem fixou a meta de inflação em 4,5% para 2005, que depois causou polêmica por ser considerada muito baixa por integrantes do governo, como o senador Aloizio Mercadante (PT-SP), impedindo a queda dos juros e o crescimento da economia, de apenas 2,3% em 2005.( Leia mais sobre o livro na edição desta terça-feira de O Globo Digital)

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul