Porto Velho (RO) sábado, 19 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Em ano eleitoral, medidas do governo Lula beneficiam 59 milhões


Regina Alvarez - Agência O GloboBRASÍLIA - Um conjunto de medidas adotadas pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva neste ano eleitoral tem impacto na vida de 59,4 milhões de brasileiros. Se for levar em conta os brasileiros adultos beneficiados, o número cai para 54,5 milhões e corresponde a 43% do eleitorado. De acordo com reportagem publicada neste domingo pelo jornal "O Globo", essas medidas terão um custo adicional de R$ 16,5 milhões aos cofres públicos.De acordo com a reportagem, a maior parte das medidas adotadas em 2006 é voltada para as classes de menor renda, como o aumento real do salário mínimo e a ampliação do número de beneficiários do Bolsa Família, mas também há benefícios para a classe média e setores formadores de opinião, como os funcionários públicos.A reportagem lembra ainda que nos primeiros três anos de governo Lula, com Antonio Palocci no Ministério da Fazenda, os reajustes para o funcionalismo se restringiram a poucas categorias, a maior parte resultado de acordos para pôr fim a greves. Em 2006, porém, houve ampla reestruturação de carreiras, o que garantiu reajustes diferenciados de até 190% a 33 categorias. O governo diz que as negociações só foram concluídas este ano. O reajuste do salário mínimo de 16,67% em 2006, 13,04% acima da inflação, é o maior da gestão Lula.Para o cientista político Fernando Abrúcio, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), as medidas têm efeito sobre a opinião do eleitor, especialmente nas camadas de menor renda.- O cenário favorece os pobres e favorece o Lula - afirma Abrúcio.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que