Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Dom Odilo: aumento de parlamentares é escandaloso


Gerson Camarotti - Agência O GloboBRASÍLIA - O secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, dom Odilo Pedro Scherer, bispo auxiliar de São Paulo, classificou de "escandaloso" o aumento do subsídio dos parlamentares para R$ 24.600. Ele reforçou a posição tomada pelo presidente da entidade, cardeal Geraldo Majella Agnelo, arcebispo de Salvador, que condenou na sexta-feira o reajuste de 91% do salário de deputados federais e senadores.Em entrevista ao Globo, na tarde deste sábado, dom Odilo disse que o fato dos parlamentares aprovarem o aumento de seus próprios salários num valor bem acima da inflação deve ser um tema de reflexão. Principalmente, ressaltou o prelado, porque há dificuldade do governo em conceder um reajuste do salário mínimo, que hoje é de R$ 350. Ele ressaltou ainda o contexto social do país com a disparidade dos salários dos parlamentares.- Essa questão merece uma reflexão da população. É lamentável um aumento tão grande enquanto se briga por uns poucos reais para aumentar o salário mínimo. Essa decisão dos parlamentares é escandalosa. Principalmente, dentro do contexto de uma grande pobreza no país e de uma realidade de baixos salários da maioria da população - ressaltou. Mas dom Odilo disse que não há determinação ou recomendação para que os padres falem sobre o tema nas missas deste fim de semana. Segundo ele, cada sacerdote tem liberdade para escolher o tema de suas homilias.Em nota divulgada na sexta-feira, o cardeal Geraldo Majella afirmou que a decisão dos membros do Parlamento "leva a crescer o fosso entre os legisladores e o povo". "Acontece que eles foram eleitos pelo povo para o poder-serviço. Um salário de R$ 24.500,00 diante do salário mínimo de apenas R$ 350,00 sinaliza mais interesses particulares do que a defesa da justiça ou gesto de partilha em solidariedade à população empobrecida. O que devemos fazer hoje?", escreveu o presidente da CNBB.Para o cardeal, o fato do aumento do salário dos parlamentares "nos convoca a um empenho ainda maior para uma urgente Reforma Política". "Precisamos de instrumentos legais para inibir decisões como esta que obscurecem a dignidade da política", observou em seu texto.

Mais Sobre Política - Nacional

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Está revogada a decisão do Carf que havia livrado o banco de pagamento de multa de R$ 26 bilhões por sonegação de impostos; é a maior da história...

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários protestam contra as resoluções da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da Uni