Terça-feira, 16 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Divulgação do PAC melhora expectativas, diz Abinee


Agência O Globo SÃO PAULO - Sondagem da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) revela que o anúncio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), pelo governo federal, apesar de não provocar um efeito imediato nos negócios do setor no mês de janeiro, melhorou bastante as expectativas para os próximos meses para quase todas as áreas da indústria eletroeletrônica. Embora os negócios estejam em ritmo lento neste início de ano, fato característico para este período, a Abinee lembra que o PAC foi dividido em cinco blocos com uma previsão de investimentos totais importantes em infra-estrutura, de R$ 503,9 bilhões, assim distribuídos: R$ 58,3 bilhões para logística (construção e ampliação de rodovias, ferrovias, portos, aeroportos e hidrovias), R$ 274,8 bilhões para energia (energia elétrica, petróleo, gás natural e combustíveis renováveis), e R$ 170,8 bilhões para infra-estrutura social e urbana (saneamento, universalização do Luz para Todos, habitação, metrôs, trens urbanos e infra-estrutura hídrica); estímulo ao crédito e ao financiamento; desenvolvimento institucional; desoneração e aperfeiçoamento do sistema tributário e medidas fiscais de longo prazo. - Além disso, medidas de alcance geral, também foram favoráveis para o setor, como ampliação do prazo do recolhimento da contribuição previdenciária, do dia 2 para o dia 10, e da data do pagamento do PIS e da COFINS, do dia 15 para o dia 20 - acrescenta a entidade. Para a indústria de equipamentos de informática, diz a Abinee, o PAC deverá contribuir com a ampliação da isenção do PIS (Programa de Integração Social) e a COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social), antes restritos aos computadores pessoais de até R$ 2,5 mil e notebooks de até R$ 3 mil, para até R$ 4 mil, em ambos os casos. Segundo dados da Abinee contratados à IT Data Consultoria, as vendas de PCs, em 2006, atingiram 8,3 milhões, com crescimento de 46% em relação a 2005. O mercado de notebooks expandiu 116%, no período citado, totalizando 680 mil e os desktops cresceram 42%, somando 7,6 milhões. Segundo estimativas do setor, o mercado de PCs, em 2007, deverá crescer 20%. Além disso, a maior fiscalização da Polícia Federal sobre o mercado cinza continua ampliando a participação do mercado formal de maneira significativa. A participação do mercado legal passou de 30%, em 2003, para 56%, em 2006

Gente de OpiniãoTerça-feira, 16 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Terça-feira, 16 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)