Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Dirceu diz que vai processar Alckmin por acusá-lo de criar o mensalãov


Agência O GloboBRASÍLIA - O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu promete entrar com ação na Justiça, por crime de calúnia, contra o tucano Geraldo Alckmin. No debate de domingo na TV Bandeirantes, Alckmin acusou Dirceu de ser o mentor do mensalão. Em nota postada nesta segunda-feira em seu blog, Dirceu, que teve seu mandato de deputado casado por suposto envolvimento com o mensalão, diz que o tucano cometeu um crime contra sua honra e imagem quando afirmou textualmente que "o mensalão foi feito dentro do Planalto, no terceiro andar, pelo seu chefe da Casa Civil"."Trata-se de um crime contra minha honra e imagem. Vou acionar o candidato tucano na Justiça. Espero que ele não se retrate como fez o irmão de Celso Daniel, quando chegou a hora de comparecer perante a Justiça e confirmar suas calúnias contra mim", diz o petista.Dirceu diz ainda que afirmação do ex-governador paulista é uma calúnia, e promete "provar na Justiça que não existiu mensalão". O ex-ministro diz ainda não temer ser investigado, e afirma que foi cassado por razões políticas."O ex-governador Geraldo Alckmin, se que ser presidente da República, precisa respeitar os devidos processos legais, a presunção da inocência e, assim, reconhecer meu direito de defesa. Caso contrário, ele mesmo pode vir a ser vítima da injustiça que fez comigo", diz o ex-ministro.

Mais Sobre Política - Nacional

Delfim Netto: “Próximo presidente vai ser impichado”

Delfim Netto: “Próximo presidente vai ser impichado”

Não é uma previsão catastrofista, garante, mas uma "leitura simples" a partir do que o sistema político-eleitoral foi capaz de produzir até hoje

Gleisi vence de goleada acusação farsesca: 5 a 0

Gleisi vence de goleada acusação farsesca: 5 a 0

Por unanimidade, a 2ª Turma do STF absolveu a senadora Gleisi Hoffmann, seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, e o empresário Ernesto Kugler das ac

STF confirma julgamento da liberdade de Lula no dia 26

STF confirma julgamento da liberdade de Lula no dia 26

Após a convocação de uma sessão extraordinária para a próxima terça-feira, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal confirmou a inclusão na pauta

Pimenta avisa: CPI das delações fará seu trabalho

Pimenta avisa: CPI das delações fará seu trabalho

A quem interessa tolher o poder de investigação do Parlamento brasileiro?