Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Dilemas partidários freiam decisão para Previdência e Transportes


Agência O GloboRIO - A reforma ministerial que está compondo o gabinete do segundo mandado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve ser concluída nesta semana, com a definição de quem serão os titulares da Previência e dos Transportes. Os dois candidatos mais cotados estão às voltas com obstáculos e dificuldades criados nos últimos dias por seus partidos.Cotado para o ministério que responde por um setor que consome 8% do PIB nacional, o presidente do PDT, Carlos Lupi, reconhece sua inexperiência em cargo executivo, mas diz que a sensibilidade o credencia. Em reportagem publicada na edição deste domingo do jornal "O Globo", Lupi diz que "experiência só se adquire com o tempo".- Minha grande experiência na Previdência é ter a sensibilidade da dor de uma mãe que vive de um salário - disse o político, que foi jornaleiro e conta que concluiu os estudos com trabalho e ajuda da mãe, que ficou viúva quando ele era adolescente.( Leia a reportagem completa no Globo Digital)Carlos Lupi já era dado como certo na pasta, mas como a bancada do PDT apoiou inicialmente a CPI do Apagão Aéreo, Lula passou a trabalhar com a possibilidade de chamar para o cargo o secretário nacional do PDT, Manoel Dias. Para provar que tem a bancada sob controle, Lupi conseguiu fazer com que os deputados ajudassem o governo a sepultar a CPI na votação na Câmara. Mas ele ainda aguarda um telefonema do presidente, confirmando o convite.Nos Transportes, o dilema é criado pela possibilidade de criação da Secretaria Nacional dos Portos, que ficaria com o PSB. O problema é que isso reduziria poderes do ministério, prometido ao PR (ex-PL). Agora, o partido estaria pressionando o ex-ministro e atual senador Alfredo Nascimento (AM) a recusar o convite para voltar à Esplanada.O governo não parece disposto a ceder ao PR, que, com o ministério, facilitaria o cumprimento de uma meta ambiciosa: crescer de 23 deputados eleitos para 50 até meados deste ano, como relata "O Globo" desde domingo.( Leia mais no Globo DigitalNa sexta-feira, Lula deu posse a mais três ministros: Marta Suplicy (Turismo), Reinhold Stephanes (Agricultura) e Walfrido dos Mares Guia.

Mais Sobre Política - Nacional

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Está revogada a decisão do Carf que havia livrado o banco de pagamento de multa de R$ 26 bilhões por sonegação de impostos; é a maior da história...

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários protestam contra as resoluções da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da Uni