Porto Velho (RO) quarta-feira, 21 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Desembargador escapa de atentado


Agência O GloboCAMPO GRANDE - O vice-presidente do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul escapou nesta terça-feira de um atentado em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. O desembargador João Maria Lóes estava em uma lanchonete no Centro da cidade quando, segundo testemunhas, um homem se aproximou da mesa e perguntou pelo magistrado. Em seguida, ele apontou uma arma para o desembargador e os dois lutaram. O desembargador teve que se esconder atrás de uma caminhonete para não ser atingido pelos disparos.Lóes só escapou porque um policial que estava na lanchonete conseguiu dominar o atirador. Ele tem 25 anos de profissão e nunca tinha passado por situação parecida.- Evidente que preocupa, pois eu nunca tinha sido alvo de tiro - afirmou o desembargador.Segundo advogados do atirador, Marcos Henrique Ale Sayd, ele tem problemas mentais. À polícia, o atirador disse que seu objetivo ao cometer o atentado era morrer.Segundo o tenente Cláudio César Felipe, do Grupamento Especial Tático Motorizado (Getam), Marcos Henrique disse que ao efetuar os disparos, queria entrar em troca de tiros com a polícia para ser atingido e morrer. No atentando, ele utilizou uma arma calibre 38, com capacidade para seis tiros e carregava 58 munições.A polícia do estado disse que Marcos Henrique já responde a outro processo por tentativa de homicídio. Na casa dele, foram apreendidas uma espingarda e munição.Ameaças de morte aos juízes que atuam contra o crime organizado são constantes em Mato Grosso do Sul. Desde o ano passado, os magistrados estão tendo aulas de tiro e defesa pessoal.

Mais Sobre Política - Nacional

Sergio Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ

Sergio Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ

O juiz federal Sergio Moro, que assumirá o Ministério da Justiça no próximo governo, confirmou hoje (20) os nomes dos delegados Maurício Valeixo pa

Paulo Guedes quer secretaria de privatizações para acelerar a venda de ativos

Paulo Guedes quer secretaria de privatizações para acelerar a venda de ativos

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, pretende criar uma Secretaria de Privatizações no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) par

Haddad vira réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

Haddad vira réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

É a primeira vez que o petista se torna réu em ação criminal

O presidente eleito Jair Bolsonaro diz que soberania e leis do Brasil devem ser respeitadas

O presidente eleito Jair Bolsonaro diz que soberania e leis do Brasil devem ser respeitadas

Em meio a reações como a do governo cubano que decidiu suspender a parceira com o Programa Mais Médicos, o presidente eleito Jair Bolsonaro voltou a