Porto Velho (RO) quinta-feira, 17 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Delegação de ministros bolivianos discute em Brasília crise do gás e relação bilateral


Agência O GloboBRASÍLIA - Uma delegação de nove ministros e vice-ministros bolivianos, liderada pelo ministro das Relações Exteriores, David Choquehuanca, terá reuniões ao longo desta segunda-feira com ministros brasileiros para discutir contencioso Brasil-Bolívia sobre o gás e outros projetos de interesse dos dois países.A visita dos ministros foi sugerida há cerca de dez dias pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao presidente da Bolívia, Evo Moralles, durante encontro em Cochabamba. A idéia é distencionar as relações entre os dois países, afetadas pelas medidas do governo boliviano que criaram problemas para o Brasil e a Petrobras, em especial.O Chanceler David Choquehuanca estará em Brasília acompanhado de outros cinco ministros bolivianos, inclusive o de Hidrocarbonetos e Energia, Carlos Villegas, o de Assuntos Campesinos e Agropecuários, Hugo Salvatierra; do Desenvolvimento Econômico, Celinda Sosa Lunda; de Planejamento do Desenvolvimento, Hernando Larrazábal; e de Serviços e Obras Públicas, Salvador Ric Riera. Ainda estão na comitiva o assessor Especial da Presidência da Bolívia, Pablo Solon, o vice-ministro das Relações Exteriores, Mauricio Dorfler; e o vice-ministro da Eletricidade e Energias Alternativas, Jerjes Mercado.Os integrantes da delegação boliviana serão recebidos, separadamente, pelos ministros brasileiros Silas Rondeau (Minas e Energia), Marina Silva (Meio Ambiente), Paulo Bernardo Silva (Planejamento),Guilherme Cassel (Desenvolvimento Agrário), Luiz Fernando Furlan (Desenvolvimento e Comércio Exterior) e Paulo Sérgio Passos. Serão tratados assuntos relativos a investimentos, meio ambiente, energia, micro-crédito, comércio bilateral, entre outros.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul