Porto Velho (RO) quarta-feira, 15 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Declaração de isento deve ser feita até o dia 30


Agência O Globo RIO - Os contribuintes têm até o próximo dia 30 de novembro para fazer a Declaração Anual de Isento (DAI 2006) das Pessoas Físicas. Quem deixar de entregar a declaração poderá ter o CPF pendente e até suspenso, o que pode trazer transtornos na hora de abrir uma conta no banco, solicitar empréstimos ou tirar passaporte, entre outros problemas. De acordo com a consultora do Centro de Orientação Fiscal (Cenofisco), Renata Ferrarezi, o contribuinte que deixar de declarar terá muitos problemas em sua vida financeira, até mesmo ficará impedido de abrir empresas ou até receber o prêmio de uma loteria, se ganhar. Segundo Ferrarezi, estão obrigadas à apresentação dessa declaração todas as pessoas físicas que possuem CPF e que ficaram dispensadas da apresentação da Declaração de Ajuste relativa ao ano de 2005, cujo prazo venceu em 28 de abril de 2006.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu