Porto Velho (RO) sábado, 26 de maio de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Cunha entrega à PGR anexos de delação


Gente de Opinião

247 - O ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) entregou na sexta-feira à noite os anexos de sua proposta de delação premiada. Isso não quer dizer, entretanto, que ele esteja perto de assinar um acordo com a Procuradoria-Geral da República (PGR). O material ainda está sendo analisado, mas a expectativa dos investigadores, surpreendentemente, não é das mais otimistas.

Cunha e seu ex-sócio Lúcio Funaro buscam meios para sair da cadeia já há algum tempo, mas só recentemente demonstraram de forma concreta a intenção de confessar seus crimes e delatar comparsas. Apenas um deles dois, entretanto, poderá se tornar colaborador da Justiça. Investigadores envolvidos nas negociações da delação garantem: "Por essa porta só vai passar um".

As delações de ambos têm como pano de fundo a segunda denúncia que a PGR apresentará contra Michel Temer. Prevista para ser encaminhada em agosto ao Supremo Tribunal Federal (STF), a peça acusa Temer de ter obstruído investigações ao ter dado sua anuência pessoal à compra do silêncio de Cunha e Funaro.

Preso desde outubro do ano passado em Curitiba, Cunha entregou os anexos e agora aguarda um posicionamento do grupo de trabalho da Lava-Jato na PGR. Funaro - há um ano na cadeia - foi transferido recentemente da Penitenciária da Papuda para a carceragem da Polícia Federal em Brasília. O objetivo: delatar.

As informações são de reportagem do Valor.

Mais Sobre Política - Nacional

Fux defende repressão contra caminhoneiros

Fux defende repressão contra caminhoneiros

Essa "greve de empregadores", segundo ele, não deve ser resolvida pelo tribunal, e sim por um "ato de força"; os inimigos do Brasil, no entanto, não s

 Pochmann: caos é fruto do abandono da soberania nacional

Pochmann: caos é fruto do abandono da soberania nacional

"Crise do combustível revela abandono da soberania nacional.A liberação dos preços engordou dividendos de acionistas, reduziu o compromisso com refino

Eunício cobra demissão de Parente e nova política na Petrobras

Eunício cobra demissão de Parente e nova política na Petrobras

"Cabe ao Executivo mudar a política de preços da Petrobras. No meu entendimento, ela está equivocada", diz o senador Eunício Oliveira, presidente do C

Caos de Parente pode matar 1 bilhão de aves e destruir indústria de alimentos

Caos de Parente pode matar 1 bilhão de aves e destruir indústria de alimentos

Política de preços implantada por Parente na Petrobras provocou a greve dos caminhoneiros, que deixa os animais sem ração e pode levar ao canibalismo