Porto Velho (RO) domingo, 27 de maio de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Cunha é investigado por rombo de R$ 2 bilhões em fundo de pensão da CEDAE


Gente de Opinião

Rio 247 - Em fase de negociação com a a Justiça, as delações do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e do empresário Lúcio Funaro vão trazer à tona, se homologadas pela Justiça, um esquema que, em 15 anos, aumentou de R$ 75 milhões para cerca de R$ 2 bilhões o rombo na Prece, como é chamada a previdência complementar dos funcionários da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae).

Os fundos eram administrados por ex-funcionários da Caixa Econômica Federal e da Cedae, indicados pelo ex-deputado e que trabalhavam sob sua orientação. As operações, que se estenderam de 2002 até este ano, são alvo de investigação de Polícia Federal, Ministério Público Federal (MPF) e Comissão de Valores Mobiliários (CVM), segundo confirmou O GLOBO. E vão muito mais além das transações já investigadas pela força-tarefa da Lava-Jato no esquema de Cunha, Funaro e Fabio Cleto (ex-vice-presidente da Caixa) no fundo de investimento FI-FGTS.

— Os indicados da Cedae que autorizaram as operações foram sempre questionados pelos representantes dos trabalhadores, que votavam contra suas decisões e faziam notificações judiciais e denúncias no MPF. Portanto, para nós, a Cedae é responsável pelo rombo de quase R$ 2 bilhões.

Carvalho explica o tamanho dos defaults, como são chamados os prejuízos:

— O rombo total são os defaults de R$ 1,1 bilhão mais R$ 788 milhões de déficit apurado nos planos. A grande maioria dos defaults foi o Eduardo Cunha que operou através de seus interlocutores no mercado e na Prece.

As informações são de reportagem de Daniel Biasetto em O Globo.

Mais Sobre Política - Nacional

Maia volta a atacar Temer: "governo fraco"

Maia volta a atacar Temer: "governo fraco"

Rodrigo Maia, voltou a atacar Temer, em sua queda de braço pela liderança das forças de direita; o motivo foi o decreto de Temer que colocou as Forças

Petroleiros convocam greve de 72 horas contra o caos de Temer e Parente

Petroleiros convocam greve de 72 horas contra o caos de Temer e Parente

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) e seus sindicatos filiados convocam a categoria petroleira para uma greve nacional de advertência de 72 horas

CFM divulga pesquisa do Datafolha sobre demandas da população aos políticos eleitos

CFM divulga pesquisa do Datafolha sobre demandas da população aos políticos eleitos e avaliação da saúde no Brasil

Renan avisa: ou Temer demite Parente, ou cai

Renan avisa: ou Temer demite Parente, ou cai

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) mandou um recado a Michel Temer, que assaltou o poder por meio de um golpe parlamentar e hoje é rejeitado por quase