Porto Velho (RO) segunda-feira, 21 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Crise após greve deve antecipar saída de Pires


Gerson Camarotti - Agência O GloboBRASÍLIA - A nova crise aérea provocada pela greve dos controladores de vôo da Aeronáutica deve antecipar a saída do ministro da Defesa, Waldir Pires. Para interlocutores, o próprio ministro admitiu que sua situação ficou insustentável e que ele só vai esperar a normalização dos aeroportos para ter uma saída honrosa. Previsto para chegar de Washington na madrugada deste domingo, o presidente Lula deve convocar, ainda hoje, uma reunião em Brasília com ministros e assessores mais próximos para tratar do caos aéreo.Nos últimos meses, o próprio Lula resistia em demitir do governo o amigo Waldir Pires. Tanto que o nome do titular da Defesa não foi incluído na reforma ministerial. A idéia era substituí-lo num prazo de dois meses, quando a crise aérea estivesse normalizada. O presidente estava fazendo sondagens sobre o melhor perfil para a Defesa e tinha concentrado sua preferência pelo nome do ex-presidente da Câmara deputado Aldo Rebelo (PC do B-SP).Solução terá que ser imediata Diante do agravamento do caos aéreo, na sexta-feira, a avaliação feita no sábado por assessores do governo é de que a solução para a mudança na pasta da Defesa terá que ser imediata. Pela manhã de sábado, o ministro Waldir Pires acompanhava de seu gabinete a tentativa de normalização do tráfego aéreo.Numa reunião neste domingo, Lula vai avaliar as providências tomadas para curto prazo e a situação dos aeroportos. Mas segundo assessores do Palácio do Planalto, ele deve criar um plano emergencial para resolver a situação de impasse dos controladores antes do feriado de Semana Santa.

Mais Sobre Política - Nacional

GENTE QUE MUITO PULA

GENTE QUE MUITO PULA

É melhor ficar quieto e deixar que pensem que você talvez tenha errado do que mexer-se e tirar a dúvida

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos