Porto Velho (RO) domingo, 19 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Coordenador da campanha de Lula no Amapá teria sido citado por Vedoin


Agência O Globo BRASÍLIA - O coordenador da campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Amapá, Antônio Nogueira, faz parte da lista de pessoas - divulgadas pela revista "Veja" no fim de semana - que teriam sido citadas pelo empresário Luiz Antônio Trevisan Vedoin, em depoimento à Justiça Federal de Mato Grosso, por suposto envolvimento com a máfia dos sanguessugas. A negociação com a organização criminosa, da qual Luiz Antônio é apontado como um dos chefes, teria ocorrido em pouco menos de dois anos de mandato de Nogueira na Câmara dos Deputados. Essa não é a primeira denúncia contra o petista. Em 2003, ele foi cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Amapá por compra de votos nas eleições de 2002 para a Câmara dos Deputados. Nogueira foi acusado de ajudar na liberação de três mil carteiras de motorista irregulares em troca de votos, mas recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e permaneceu no cargo. Em 2004, elegeu-se prefeito de Santana e renunciou ao mandato de deputado. Com isso, foi extinta a ação, já que ele não era mais parlamentar. O prefeito também responde a um processo criminal no Tribunal de Justiça do Amapá.Em nota divulgada no dia 17 deste mês, o PT disse que todos os 26 nomes escolhidos para a coordenação da campanha pela reeleição de Lula eram da confiança do partido. Os coordenadores percorrerão os estados para tentar compensar a ausência física do presidente. Como Lula não pedirá licença da Presidência, terá menos tempo para viagens pelo país.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di