Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Compras de última hora levam 2,5 milhões de cariocas ao comércio


Flávia Rodrigues - Agência O GloboRIO - Por deixar a compra de presentes de Natal para a última hora, o carioca fez os shoppings e o comércio popular baterem recordes de público nas 33 horas de vendas, que antecederam o Natal. Pelo menos 2,5 milhões de pessoas correram às compras na região metropolitana do Rio, segundo cálculos da Associação das Empresas Lojistas em Shopping Centers do Estado do Rio (Aloserj) e da Sociedade dos Amigos das Adjacências da Rua da Alfândega (Saara), no Centro da cidade.No entanto, somente os lojistas da camada popular comemoraram as vendas. Enquanto o presidente da Saara, Ênio Bittencourt, anunciava um aumento de 20% em relação ao faturamento do Natal de 2005, o da Aloserj, Gilberto Catran, lamentava um crescimento baixo, de 2,7%.Ao contrário dos shoppings, lojas da Saara tinham estoqueA diferença já pôde ser sentida nos estoques. Faltaram produtos nas lojas dos shoppings, principalmente brinquedos e calçados femininos. Na Saara, os estoques estavam garantidos. Segundo Catran, a aposta nas vendas de Natal não foi alta:- Os lojistas dos shoppings não se prepararam porque o ano não foi dos melhores. A Copa do Mundo e o baixo poder de compra atrapalharam as vendas. O tíquete (média de gastos) por consumidor vai ficar em R$ 66. São R$ 2 a menos que em 2005.

Mais Sobre Política - Nacional

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Está revogada a decisão do Carf que havia livrado o banco de pagamento de multa de R$ 26 bilhões por sonegação de impostos; é a maior da história...