Domingo, 14 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

CNT/Sensus: Lula tem 51,4%. Alckmin, 19,6%


Ilimar Franco - Agência O Globo BRASÍLIA - A pesquisa CNT-Sensus divulgada nesta terça-feira mostra que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva venceria no primeiro turno se as eleições fossem hoje, com diferença superior a 30 pontos sobre o tucano Geraldo Alckmin. De acordo com a pesquisa, Lula teria 51,4% das intenções de voto; contra 19,6% de Alckmin; 8,6% da senadora Heloísa Helena, do PSOL; 1,6% do senador Cristovam Buarque, do PDT; 0,7% de Luciano Bivar, do PSL; 0,3% de Ana Maria Rangel, do PRP; 0,2% de José Maria Eymael, do PSDC; e 0,2% de Rui Costa Pimenta, do PCO. Brancos, nulos e indecisos somariam 17,7%. Na pesquisa anterior, Lula tinha 47,9% das intenções de voto; Alckmin, 19,7%; Heloísa, 9,3%; Cristovam, 0,6%; Bivar, 0,2%; Ana Maria Rangel, 1,1%; Eymael, 0,4%; Rui Costa Pimenta, 0,1%, Indecisos, brancos e nulos somavam 20,9%. O cientista político Ricardo Guedes, do Sensus, disse que Lula tem hoje, em votos válidos, o percentual que teve no segundo turno das eleições de 2002. Já Alckmin tem, em votos válidos, o percentual que José Serra tinha no primeiro turno das eleições passadas. De acordo com a pesquisa, Lula tem hoje 62,3% dos votos válidos, Alckmin, 23,8%, e Heloísa Helena, 10,4%. A pesquisa analisou três cenários de segundo turno nas eleições. O presidente Lula vence com larga vantagem em todos eles. No primeiro, aparece com 56,7% dos votos, contra 30,8% do tucano Geraldo Alckmin. Indecisos, brancos e nulos somariam 12,8%. No segundo cenário, Lula tem 61,5% dos votos, contra 24,5% da senadora Heloísa Helena. Indecisos, brancos e nulos aparecem com 14,1%. No terceiro, Lula tem 67,1% dos votos, e o senador Cristovam Buarque, 14,3%. Indecisos, brancos e nulos somam 18,7%. Lula chegou ao mais baixo índice de rejeição dos últimos dois anos. A rejeição ao presidente é hoje de 25,5%, contra 27% da pesquisa anterior, feita entre 1º e 4 de agosto. Já a rejeição ao tucano subiu de 37,6% para 42% entre uma pesquisa e outra. A pesquisa ouviu duas mil pessoas entre os dias 22 e 25 de agosto, em 195 municípios de 24 estados. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 14.150/2006.

Gente de OpiniãoDomingo, 14 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Domingo, 14 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)