Porto Velho (RO) domingo, 24 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

CNT/Sensus: Lula ganha em quatro regiões e empata no Sul


Raquel Miura, Agência O GloboBRASÍLIA - A pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta quarta-feira mostra que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vence em todo o país, com exceção da região Sul, onde há empate técnico: Lula tem 45,5% das intenções de votos e o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, 45,2%. No Sul, o tucano vinha apresentando vantagem sobre o petista e teve, no primeiro turno, 54,9% dos votos, enquanto Lula obteve 34,8% dos votos na região.A maior diferença de votos ocorre na região Nordeste, considerado reduto eleitoral do presidente, com Lula com 74,8%, e Alckmin, com 18,6%. No Sudeste, Lula tem 50,9% e Alckmin, 36,7%. Nas regiões Norte e Centro-Oeste, Lula tem 58,3% e Alckmin, 38,4%.- Esses números por região minam a tese de que o país está dividido - disse Ricardo Guedes, cientista político e diretor do instituto de pesquisa Sensus.

Mais Sobre Política - Nacional

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

 247 – Um dia depois de denunciar à televisão portuguesa que o ex-presidente Lula está preso ilegalmente no Brasil (saiba mais aqui), o ministro Marco

 'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

"Uma decisão tomada há quase quatro anos pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, já custou mais de R$ 4 bilhões aos cofres públicos sem

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

Fachin arquivou uma investigação da Polícia Federal que recaía contra Temer. A apuração era sobre um manuscrito apreendido no gabinete do senador pel

Ministro de Temer fala em 'guerra letal' nas favelas e avisa que 'criança bonitinha' pode virar alvo

Ministro de Temer fala em 'guerra letal' nas favelas e avisa que 'criança bonitinha' pode virar alvo

"Você vê uma criança bonitinha, de 12 anos de idade, entrando em uma escola pública, não sabe o que ela vai fazer depois da escola. É muito complicado