Porto Velho (RO) domingo, 13 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

CNJ lança banco de dados sobre população carcerária


Agências O GloboSÃO PAULO - A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Ellen Gracie, lançou nesta segunda-feira, em São Paulo, o Sistema Integrado de População Carcerária - um banco de dados com informações inéditas, e ainda parciais, sobre os condenados e os detentos em três estados - Rio, São Paulo e Sergipe.- Cada estado tem dados de forma heterogênea, então eles precisam ser transformados para ingressar em um banco de dados único. O banco de dados é a contribuição do Poder Judiciário para intervir e fazer cessar esse ciclo de violência - afirmou Ellen Gracie.Conforme antecipou o jornal "O Globo", o primeiro censo realizado nos presídios brasileiros revela que 6.254 presos condenados no Rio fugiram e até hoje não foram recapturados. O número representa cerca de 5% dos 121.939 condenados. Nesta segunda-feira, o secretário de Administração Penitenciária, coronel Cesar Rubens, disse que seis presos fugiram das cadeias do estado neste ano.Segundo Ellen Gracie, os juízes de execução penal terão mais agilidade para trabalhar.- Teremos condições de dar mais celeridade aos juízes de execução penal, já que eles terão todas as informações on-line - afirmou.O lançamento foi realizado na sede da Fiesp, em São Paulo, onde a ministra assinou um convênio de cooperação com o presidente da instituição, Paulo Skaf, que prevê a integração no mercado de trabalho do preso que está terminando de cumprir sua pena. Inicialmente, serão criadas 500 vagas de empregos para os ex-detentos do estado.O acordo tem dimensão nacional - apesar de ser instalado inicialmente no estado de São Paulo. Vai beneficiar pessoas que cumpriram pena e tiveram suas oportunidades reduzidas no mercado de trabalho. Para evitar que essas pessoas voltem a praticar crimes, a ministra Ellen Gracie propôs a parceria com a Fiesp a fim de oferecer cursos de profissionalização e vagas nas indústrias, proporcionando um recomeço para os ex-detentos.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç