Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Cirurgião plástico morre após lipoaspiração


Agência O Globo BELO HORIZONTE - O cirurgião plástico Alberto Gonçalves Camargos, 52, morreu vítima de perfuração intestinal durante uma lipoaspiração realizada em uma clínica de Belo Horizonte. Ex-presidente da seção mineira da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, professor da Faculdade de Ciências Médicas, Camargos submeteu-se a uma lipoaspiração na sexta-feira, dia 13. No sábado, passou mal e foi levado para um hospital. No domingo, ele entrou em choque e morreu. De acordo com o atestado de óbito, a causa da morte foi "choque séptico causado foi perfuração intestinal". A morte do médico é mais um alerta sobre os riscos de procedimentos cirúrgicos hoje disseminados entre a população, como é o caso das lipos. Para o atual presidente da Sociedade de Cirurgia Plástica, Renato Rocha Lages, o caso tem que ser investigado, diante da suspeita de erro médico ou imperícia. - A própria causa da morte está sendo investigada, já que foi tudo muito rápido. Ele foi operado na sexta, e já estava em casa, não mais na clínica, quando passou mal, no sábado. Ele foi examinado em um hospital no sábado à tarde e no domingo, já estava em choque. É preciso aguardar os resultados dos exames para um diagnóstico preciso, afirmou Renato Lajes. O cirurgião fez um alerta sobre os cuidados necessários, antes de fazer uma lipoaspiração. - O paciente deve estar sempre atento e fazer esse procedimento em hospital. É importante também que o médico tenha o histórico do paciente, com as condições de saúde dele, antes da cirurgia. Aspessoas que apresentam problemas cardíacos, hipertensão, diabetes mal controlada, entre outros, têm que tomar um cuidado maior. Muitas vezes as pessoas são portadoras de alguma patologia que até desconhecem. Todo procedimento cirúrgico implica em risco, a banalização do ato médico, como é o caso das chamadas "lipoligth", feitas em clínica, muitas vezes desconsideram o risco. Todo o ato médico tem que ser precedido de exames e cercado de cuidados e nenhum sintoma, por menor, que seja deve ser desprezado, até um enjôo, uma cólica, por mais banal que seja, afirmou. Alberto Gonçalves Carmargos tinha uma clínica de cirurgia plástica no bairro de Lourdes, região centro-sul de Belo Horizonte. Os familiares do médico evitaram fazer declarações, afirmando que estão muito transtornados com a morte. A família declarou apenas que ele era considerado um médico competente e morreu de forma trágica. Segundo os parentes, ele não tinha problemas de saúde. A família ainda não decidiu se vai mover alguma ação e não sabe se a morte foi provocada por erro médico. Somente na próxima quarta-feira, eles vão tomar a decisão. A missa de sétimo dia será na próxima segunda-feira, às 19h, na Basílica de Lourdes.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu