Porto Velho (RO) segunda-feira, 14 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Ciro ataca Alckmin, delegado e petistas que tentaram comprar dossiê


Ilimar Franco - Agência O GloboBRASÍLIA - Ao deixar o Palácio da Alvorada, depois de encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-ministro Ciro Gomes (PSB) fez duras críticas aos petistas envolvidos na tentativa de compra do dossiê contra tucanos, ao delegado da Polícia Federal que divulgou as fotos do dinheiro apreendido e ao tucano Geraldo Alckmin. Na quarta-feira, Ciro já tinha sido duro ao falar do assunto, chegando a dizer que a campanha de Lula mereceu o susto que levou.Ciro disse que sempre teve Alckmin como um homem respeitável, mas ele terá que explicar o apoio recebido do casal Garotinho e por que impediu a abertura de 60 CPIs quando governava São Paulo.- Ele não pode posar de vestal, passar por anjo e depois fazer uma aliança com o casal Garotinho e com o PFL da Bahia. Eu tenho o candidato Alckmin como homem respeitável, mas ele vai ter que explicar por que impediu a realização de 60 CPIs no estado de São Paulo - disse o ex-ministro, eleito deputado pelo Ceará com a maior votação proporcional do país.Ciro referiu-se aos petistas envolvidos na compra do dossiê como "meia dúzia de aprendizes de mafiosos". Disse ainda que o delegado Edmilson Bruno fez politicagem ao entregar à imprensa as fotos do dinheiro apreendido.- Esta atitude não é funcional, é politicagem. Ainda segundo Ciro Gomes, Alckmin tem dito que é a favor da Área de Livre Comércio das Américas (Alca). Para o ex-ministro de Lula, a Alca vai quebrar a indústria paulista.- O candidato Alckmin tem dito que é a favor da Alca, pois eu digo, a Alca vai quebrar a indústria de São Paulo - disse Ciro.O ex-ministro também cobrou que o tucano explique onde vai cortar os gastos correntes, como tem prometido:- O governador Geraldo Alckmin tem dito que vai cortar os gastos correntes da União. A maior parte dos gastos correntes é pagamento de aposentadoria, salário do funcionalismo, bolsa família, dinheiro para educação, saúde e segurança pública. Tem que dizer onde vai cortar, se vai ser no salário dos funcionários públicos, no dos aposentados, na educação, na saúde ou no Bolsa Família - disse.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç