Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Cidadão não deve descuidar do arquivamento de contas


Agência O GloboSALVADOR - Muita gente aproveita o começo do ano para esvaziar gavetas e arquivos. Mas é bom ter cuidado. Recibos e outros comprovantes não devem ser jogados fora, para evitar problemas no futuro. Alguns documentos, como a declaração do Imposto de Renda, devem ser guardados por até dez anos.Todo início de ano, o aposentado Geraldo Ornelas guarda as contas do que pagou no ano anterior.-Comigo aconteceu um caso de, um ano e meio depois, me cobrarem uma conta de energia que eu já tinha pago. Ainda bem que eu tinha guardado o documento. Fui até a agência e consegui comprovar o pagamento, lembra.O aposentado garante que vai manter os documentos de 2006 nas pastas e envelopes até 2011.Durante cinco anos, documentos de luz, água, telefone, mensalidade escolar, condomínio, planos de saúde, faturas de cartões de crédito, IPTU e IPVA, não devem ser jogados fora. Já a declaração do Imposto de Renda deve ser arquivada por dez anos, prazo que o fisco tem para acertar as contas com o contribuinte. Recibos de aluguel devem ficar no armário durante três anos. Também é importante ter todos os boletos da casa própria até a quitação do imóvel.As notas fiscais de produtos precisam ser guardadas enquanto o equipamento existir. No caso dos documentos trabalhistas, como aviso prévio e termo de rescisão, o prazo é de dois anos, tempo que o trabalhador tem para recorrer à Justiça. Os carnês do INSS e do empregado doméstico têm que ficar na gaveta por vinte anos, prazo que a Previdência tem para cobrar um possível débito.Para o advogado Vitor Dunham, especialista em Direito Tributário, o ideal seria que o consumidor só precisasse guardar contas, como de água e luz, por apenas um ano, e não por cinco, como ocorre hoje. Isso é o que está previsto no projeto lei que foi aprovado no Senado e está em tramitação no Congresso.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di