Porto Velho (RO) quarta-feira, 23 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Chinaglia pretende votar reajuste sob consenso de líderes


Agência O GloboBRASÍLIA - O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, afirmou nesta segunda-feira que é possível votar nesta semana o Projeto de Decreto Legislativo 15/07, que reajusta o salário dos parlamentares de R$ 12.847 para R$ 16.250 (26,49%). O percentual segue a inflação acumulada entre janeiro de 2003 e fevereiro de 2007. No entanto, ele afirmou que a votação depende do consenso dos líderes e da avaliação do Regimento Interno, já que 12 medidas provisórias trancam a pauta.- O assunto é responsabilidade da Mesa Diretora, mas quero repartir com os líderes para chegar a uma responsabilidade da Casa em qualquer decisão sobre esse tema - disse.Chinaglia avalia que a "amplíssima maioria" dos líderes vai defender o reajuste pelas perdas inflacionárias.- Da minha parte, esse assunto sempre foi encarado de frente - disse, lembrando que a reposição das perdas da inflação constava da plataforma dos três candidatos à Presidência da Câmara.O deputado pretende colocar o projeto em votação em um dia de quorum alto.- Deve ser no meio da semana, quando líderes e sociedade poderão conhecer as razões de qualquer atitude que venha a ser tomada nesse quesito - explicou.Chinaglia afirmou que não deve se orientar pela proposta da Comissão de Finanças e Tributação, que inclui pontos como o pagamento de verba indenizatória sem a apresentação de comprovante.O presidente da Câmara ressaltou ainda que há verba para o reajuste, porque o aumento já estava previsto para ocorrer na legislatura passada.- A proposta não foi em frente por circunstâncias que todos sabemos - concluiu Chinaglia.

Mais Sobre Política - Nacional

GENTE QUE MUITO PULA

GENTE QUE MUITO PULA

É melhor ficar quieto e deixar que pensem que você talvez tenha errado do que mexer-se e tirar a dúvida

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos