Porto Velho (RO) sexta-feira, 20 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Chinaglia diz responderá logo consulta do Supremo sobre PEC dos Vereadores


 
Iolando Lourenço
Agência Brasil


Brasília - O presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (PT-SP), disse hoje (22) que a Casa responderá rapidamente aos questionamentos do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a decisão de não promulgar a proposta de emenda à Constituição (PEC) que aumenta em mais de 7 mil o número de vereadores no Brasil. Segundo ele, quando o questionamento do STF chegar, os técnicos vão produzir o parecer que será enviado ao Supremo assim que estiver pronto.

Chinaglia disse que já era previsível a pressão popular contra a aprovação da PEC com aumento do número de vereadores sem a redução de gastos com as Câmara Municipais. “Todos os senadores que fizerem discursos exagerados contra a Câmara estão sendo cobrados. Por que ficaram contra a redução de gastos. Por que ficaram contra a proposta da Câmara? Teria sido mais fácil aprovar o que a Câmara aprovou”, afirmou.

De acordo com Chinaglia, a decisão contrária à promulgação da PEC foi orientada pelo mérito da proposta votado na Câmara, que dizia que o aumento do número de vereadores não implicava aumento de gastos. “Não há como promulgar uma matéria deixando um artigo interdependente de fora”, justificou.

O presidente da Câmara destacou que uma PEC tem que ser votada com o mesmo conteúdo nas duas Casas do Legislativo. “Se era para o Senado transformar esse assunto em matéria prioritária, dado que a PEC estava [na Casa] desde maio, não sei por que decidiram votar na última sessão. Não seria tardio demais, após as eleições, o Senado jogar água no chope da Câmara depois de termos votado?”

Chinaglia lembrou que a Câmara votou uma matéria que, ao mesmo tempo, refazia a recomposição das Câmaras Municipais e reduzia gastos.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç