Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Chinaglia descarta crise entre poderes por causa de salários


Isabel Braga - Agência O Globo BRASÍLIA - Ao chegar ao Congresso para a primeira reunião de líderes dos partidos de sua gestão, o novo presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), descartou a possibilidade de crise institucional entre os poderes por causa das farpas trocadas entre parlamentares e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello em torno dos salários das duas categorias. Chinaglia minimizou a declaração de Marco Aurélio, que ontem disse que os salários dos parlamentares é três vezes maior do que o dos magistrados devido às vantagens dadas pelo Legislativo. Marco Aurélio chegou a dizer que trocaria seu salário pelo dos parlamentares.- Ouvi o comentário dele. Os salários dos ministros, deputados e senadores são públicos. Não vou responder a quem quer que seja. Estou aqui para agir. Cada deputado pode convidar o ministro a vir aqui na Câmara fazer o desejo do ministro, que teria feito o desafio, mas não é para mim - disse o petista.Chinaglia disse que quer ter uma boa relação com o Supremo Tribunal Federal (STF) e destacou que a opinião de Marco Aurélio não representa a de todo os ministros do tribunal.- Quero me relacionar com o Supremo da melhor maneira. Portanto, com diálogo sereno e permanente. Não vejo crise entre os poderes. É a opinião de um ministro, que vamos respeitar, como respeitamos a opinião de qualquer ministro. Posso discordar de tons e formas, mas isso é irrelevante. Não tem porquê ter crise - disse o petista.

Mais Sobre Política - Nacional

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Está revogada a decisão do Carf que havia livrado o banco de pagamento de multa de R$ 26 bilhões por sonegação de impostos; é a maior da história...