Segunda-feira, 15 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

China eliminará incentivos fiscais a exportações


Agência O Globo PEQUIM - A China eliminará os incentivos fiscais a produtos exportados cuja produção envolva excesso de recursos naturais ou de energia, assim como aqueles cuja fabricação causa danos ao meio ambiente, informou a imprensa econômica chinesa. As novas leis fiscais entrarão em vigor em setembro ou outubro, "apesar dos fortes protestos de indústrias e de companhias comerciais", diz a revista especializada "Caijing". Com esta medida, a China pretende avançar em sua política de mudar os bens que exporta, já que seu comércio ao exterior é marcado por produtos de baixo valor agregado. "O Governo chinês quer um equilíbrio comercial. Não buscamos um superávit comercial a qualquer preço", afirmou o porta-voz do Ministério do Comércio chinês, Chong Quan. As isenções fiscais e vantagens semelhantes para a exportação foram introduzidas pelas autoridades do país em 1985, a fim de tornar os produtos da China mais competitivos no mercado internacional. No entanto, com o superávit comercial chinês crescendo cada vez mais, a insatisfação dos principais países importadores de produtos chineses também aumenta, principalmente os EUA e os países da União Européia, que temem pelo futuro de suas indústrias locais. Em junho, o superávit comercial da China obteve um recorde histórico mensal, de US$ 14,5 bilhões, com as exportações somando US$ 81,3 bilhões, 23% a mais que no mesmo mês do ano passado. Com os números de junho, o superávit do primeiro semestre atingiu US$ 61,5 bilhões, 55% a mais que na primeira metade do ano passado. A China é o terceiro maior parceiro comercial do mundo, perdendo apenas para os EUA e para a Alemanha. Muitos países desenvolvidos reclamam do excessivo déficit comercial com a China e, por isso, o país sofre acusações de dumping e conflitos em setores como o têxtil, o de calçados, o de autopeças, o de aço e, mais recentemente, o de sacos de lixo.

Gente de OpiniãoSegunda-feira, 15 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Segunda-feira, 15 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)