Porto Velho (RO) sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Cerca de 17 milhões de isentos não enviaram declaração


Agência O Globo SÃO PAULO - A Caixa Econômica Federal divulgou ontem um balanço da entrega das declarações de isento do Imposto de Renda, que já somam 46 milhões. Segundo a Caixa, 27% dos contribuintes ainda não prestaram contas à Receita Federal, o que equivale a cerca de 17 milhões de pessoas. O prazo encerra-se dia 30 de novembro. A declaração de isento neste ano é obrigatória para quem teve rendimentos inferiores a R$ 13.968, em 2005. Quem já teve o número do CPF incluído em alguma declaração de Imposto de Renda 2005, na condição de cônjuge ou dependente, não precisa prestar contas com a Receita. O contribuinte que deixar de declarar por dois anos consecutivos terá o CPF suspenso e não poderá abrir conta em banco, por exemplo. Se a omissão ocorrer por um ano, o documento ficará como pendente. A entrega pode ser feita nas nove mil casas lotéricas do país, pelo custo de R$ 1. Nas lotéricas, será preciso preencher um volante com o número do CPF, data de nascimento, título de eleitor, além de informar se tem conta corrente em banco, carro, imóvel e se é dependente de alguém. A declaração também pode ser entregue no Banco do Brasil (para quem for cliente), no Banco Popular do Brasil, na Caixa Aqui e Correios ou pelo site da Receita .

Mais Sobre Política - Nacional

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu

Jair Bolsonaro envia projeto que regulamenta exploração de terras indígenas

Jair Bolsonaro envia projeto que regulamenta exploração de terras indígenas

O presidente Jair Bolsonaro apresentou nesta quarta-feira (5) um projeto de lei (PL) para regulamentar a exploração de atividades econômicas em terras

Carta aberta ao Congresso Nacional pelas aprovações da PEC nº 108 de 2019ª

Carta aberta ao Congresso Nacional pelas aprovações da PEC nº 108 de 2019ª

Nos últimos anos voltou à tona a discussão sobre o excesso de regulamentação profissional no Brasil, numa   verdadeira afronta ao disposto no art. 5º,