Porto Velho (RO) quarta-feira, 18 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Camata deve reassumir cargo no Senado para ajudar PMDB a ser a maior bancada


Agência O GloboVITÓRIA - O senador licenciado Gerson Camata (PMDB-ES) deve deixar o cargo de secretário de Transportes e Obras Públicas do Espírito Santo e voltar ao Senado em janeiro do ano que vem. A presença de Camata na Casa é estratégica para que o PMDB faça a maior bancada, e não o PFL, como teme o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).Atualmente, o PMDB tem a maior bancada no Senado com 20 parlamentares. Já o PFL tem 16. Com as eleições, o PMDB passou a ter 17 e o PFL 18. Por isso, se Camata voltar e o suplente da senadora Roseana Sarney (PFL), Mauro Fecury, que é do PMDB, assumir - caso Roseana vença as eleições para o governo do Maranhão -, o PMDB ficaria com 19 senadores e voltaria, portanto, a ser a maior bancada.Na noite da última terça-feira, Camata se reuniu com Renan Calheiros para tratar do assunto. No encontro, o presidente do Senado pediu que o político capixaba voltasse às atividades em Brasília. Para isso, ofereceu ao senador licenciado uma vaga na Mesa Diretora ou um posto em alguma comissão.- O Renan me disse que acredita que o Lula está reeleito, então, acha que o partido vai ter um papel muito importante, talvez mais agora do que antes. Se a presidência do Senado for do PFL, a situação do Lula complicará muito. Ele me ofereceu uma vaga na Mesa Diretora ou em alguma comissão para eu poder voltar e eu tenho interesse na Comissão de Fiscalização Financeira, que é muito boa e está sendo mal usada - contou Camata.Embora tenha balançado com o convite, Gerson Camata afirmou que ainda precisa conversar com o governador Paulo Hartung (PMDB-ES) para conseguir ser liberado. Entretanto, ele acredita que Hartung tenha sensibilidade diante da ocasião e aja a favor do fortalecimento do partido.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç