Porto Velho (RO) domingo, 31 de maio de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Câmara: medidas para acelerar processos de cassação


Evandro Eboli (Agência O Globo) BRASÍLIA - O presidente da Câmara, Aldo Rebelo, anunciou nesta terça-feira que a Mesa Diretora tomou duas decisões para acelerar as votações dos processos por quebra de decoro parlamentar contra os 69 deputados citados no relatório preliminar da CPI dos Sanguessugas. Aldo disse que foi aprovada, por unanimidade, a alteração do prazo para apresentação de defesa na Corregedoria, que deixa de ser de cinco sessões em plenário e passa a ser de cinco dias úteis. Outra medida anunciada foi a da notificação dos parlamentares por edital, esgotada a tentativa de notificação pessoal. No caso dos sanguessugas, a Mesa Diretora estabeleceu que, se até a próxima sexta-feira os 69 deputados não forem notificados pessoalmente, a partir da semana que vem será publicado edital estabelecendo cinco dias para apresentação de defesa. Aldo afirmou que as alterações não prejudicam o amplo direito de defesa do parlamentar acusado. - Estamos substituindo as cinco sessões do plenário, que ocorreriam em uma semana (em caso de funcionamento normal do Congresso), por cinco dias úteis. Ou seja, não está prejudicado o amplo direito de defesa do parlamentar - disse Aldo Rebelo. O presidente da Câmara disse acreditar que os processos contra os sanguessugas serão julgados no mais breve espaço de tempo, respeitado o direito de defesa. - Não nos interessa arrastar esses processos. Queremos que eles andem da forma mais rápida possível. Quanto mais cedo começarmos, mais rápido irá acabar - disse. Na avaliação do presidente do Conselho de Ética, deputado Ricardo Izar (PTB-SP), vários processos serão concluídos até o fim do ano, mas nenhum deles antes das eleições. Izar (PTB-SP) também lembrou que as alterações só podem ser efetivadas após a votação de projeto de resolução no plenário da Câmara - a próxima sessão deliberativa está marcada para 4 de setembro. Nesta segunda-feira, PPS, PV e PSOL decidiram entrar diretamente no Conselho de Ética com representação contra os deputados acusados. Em nota divulgada pelo PPS, os presidentes dos três partidos informam que vão assinar nesta terça a representação e devem encaminhar o pedido de abertura de processo ao Conselho de Ética na quarta-feira.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu