Porto Velho (RO) segunda-feira, 25 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Caixa-preta revela que controladores tentaram sete vezes entrar em contato com o Legacy


Regina Alvarez, Bernardo de la Peña, Anselmo Carva - Agência O GloboRIO - A equipe que investiga as causas do acidente com o Boeing 737-800 da Gol já fez o cruzamento de dados do Centro de Controle de Tráfego Aéreo de Brasília (Cindacta 1) com as informações da caixa-preta do Legacy e comprovou que os controladores de vôo fizeram sete tentativas de contato, pelo rádio, com o Legacy. As tentativas de contato foram registradas pelo jato fabricado pela Embraer e, segundo dados da caixa-preta do Legacy, os pilotos sequer acionaram os comandos internos que permitiriam a resposta.As investigações indicam que o Cindacta 1 ficou quase uma hora sem comunicação com o Legacy, pilotado pelos americanos Joseph Lepore e Jan Paladino. Os controladores de vôo mantiveram comunicação normal com o jato no trajeto entre São José dos Campos (onde a aeronave decolou às 14h50m de sexta-feira) e Brasília. O jato sobrevoou a capital por volta das 16h e, cerca de dez minutos depois, os controladores observaram que o transponder - equipamento que registra a posição exata da aeronave no radar e aciona o sistema anticolisão - estava inoperante. O equipamento só voltou a funcionar após o choque com o Boeing da Gol, por volta das 17h. O piloto do Legacy emitiu um sinal de alerta internacional e entrou em contato com o Cindacta 4 (Manaus) pedindo instruções para pouso de emergência, o que aconteceu às 17h20m, na Base Aérea de Cachimbo.As autoridades já têm convicção de que o piloto do Legacy desligou o transponder e permaneceu voando a 37 mil pés, descumprindo o plano de vôo e provocando o acidente. A FAB só deverá se manifestar, no entanto, depois de analisar as caixas-pretas do Boeing da Gol. Os investigadores não encontraram qualquer indício de falha no equipamento do jato.Segundo os investigadores da Aeronáutica, o jato Legacy tem dois equipamentos de transponder. Em caso de pane no primeiro, o reserva é acionado automaticamente, mas para isso tem que estar ligado. Ao que tudo indica, o reserva também não funcionou, o que reforça a possibilidade de que o piloto tenha desligado o equipamento.Ontem (5), o delegado federal Renato Sayão, designado pela PF para cuidar do caso, reuniu-se com as autoridades de segurança estaduais para tratar da queda do Boeing. Os controladores de vôo que trabalham no Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo em Brasília (Cindacta1) devem começar a ser ouvidos nesta segunda-feira. Advogado nega que transponder estivesse desligadoEm entrevista coletiva concedida no Rio de Janeiro, o diretor de controle de espaço aéreo da Aeronáutica, Paulo Roberto Vilarinho, não explicou por que o piloto do avião da Gol não foi avisado de que havia outra aeronava na mesma área, sem responder aos chamados das torres de controle.- Não quero nem posso fazer especulação porque não sei o que aconteceu. Não tenho os dados, porque eles foram coletados e estão lacrados juntos com a comissão. Não posso nem perguntar a eles porque não posso influenciar - explicou o brigadeiro Vilarinho.O comandante do Legacy, Joseph Lepore, e o co-piloto, Jan Paladino, conversaram nesta quinta-feira com o advogado José Carlos Dias, ex-ministro da Justiça, contratado para defender os dois pela empresa proprietária do jato.O advogado disse que os americanos já voavam com o mesmo tipo de avião nos EUA e negou que eles estivessem fazendo testes durante o vôo.- É de se admitir que eles fossem fazer estripolias no ar, em uma viagem como esta? Primeiro que não é do temperamento deles, porque são muito sérios e competentes. De forma nenhuma iriam fazer qualquer tipo de exibicionismo - afirmou Dias.José Carlos conta que o transponder não estava desligado, segundo os pilotos. Ele não quis afirmar qual era atitude do Legacy no momento do impacto com o boeing.- A questão da altitude é controversa. Eles disseram que estava na atitude correta do plano de vôo. Mas asseguro que eles não desligaram o aparelho - acrescentou Dias.Os pilotos americanos estão hospedados no Rio de Janeiro no local mantido sob sigilo e com a proteção do consulado dos EUA. Eles já prestaram quatro depoimentos e continuam à disposição da comissão da aeronáutica que investiga o acidente.

Mais Sobre Política - Nacional

Desproteção ao trabalhador faz ações trabalhistas despencarem

Desproteção ao trabalhador faz ações trabalhistas despencarem

O número de ações trabalhistas pendentes de julgamento despencou após seis meses de reforma trabalhista; até maio deste ano, as varas de todo o país t

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

 247 – Um dia depois de denunciar à televisão portuguesa que o ex-presidente Lula está preso ilegalmente no Brasil (saiba mais aqui), o ministro Marco

 'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

"Uma decisão tomada há quase quatro anos pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, já custou mais de R$ 4 bilhões aos cofres públicos sem

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

Fachin arquivou uma investigação da Polícia Federal que recaía contra Temer. A apuração era sobre um manuscrito apreendido no gabinete do senador pel