Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Brasil

Governo e Congresso agem para resolver crise na ANM

Servidores entram em greve geral, nesta quarta-feira, a partir das 9h


Governo e Congresso agem para resolver crise na ANM - Gente de Opinião

Representantes do governo Federal realizarão uma reunião no Ministério da Gestão, nesta quarta-feira (21/6), com a presença da Ministra, Esther Dweck, do Diretor Geral da ANM, Mauro Henrique Moreira Sousa, e agentes do Ministério de Minas e Energia, com o objetivo de buscar uma solução para a crise da Agência Nacional de Mineração, que sofre com a falta de estrutura.

O encontro é uma resposta a diversas manifestações da ANM e do Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (Sinagências).

O ato mais recente é uma greve geral, convocada pelo Sinagências, também para essa quarta-feira. “O procedimento tenta sensibilizar o governo, o legislativo e a sociedade para a grave situação da Agência, que conta apenas com 30% de seu efetivo ganhando 46%, em média, menos que as outras 10 Reguladoras”, explica o presidente do Sinagências, Cleber Ferreira.

Governo e Congresso agem para resolver crise na ANM - Gente de Opinião

De acordo com a programação da entidade, os servidores irão se reunir em frente ao Anexo II da Câmara, às 9h. Depois, seguirão para frente do MGI, onde ocorrerá a reunião, às 11:30, e tentarão uma audiência com a ministra.

Requerimentos

Enquanto isso, a Câmara dos Deputados avalia requerimentos para convocar o Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e o Chefe da Casa Civil, Rui Costa, para prestar esclarecimentos sobre o desmonte da ANM, na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados. A convocação da ministra Esther Dweck já foi aprovada.

A comissão busca entender o motivo do veto do governo para o nivelamento e estruturação da ANM, uma vez que os recursos já constavam na LOA 23.

Na avaliação do presidente do Sinagências, Cleber Ferreira, o problema não é a falta de recursos, já garantidos na Lei Orçamentária, “o problema é a falta de vontade política do governo”.

Gente de OpiniãoSegunda-feira, 26 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Em Rondônia, mais de 17,8 mil renegociam na Faixa 1 do Desenrola

Em Rondônia, mais de 17,8 mil renegociam na Faixa 1 do Desenrola

Entre 9 de outubro de 2023 e 18 de fevereiro deste ano, mais de 17,8 mil pessoas em Rondônia formalizaram negociações na Faixa 1 do Desenrola. A dimen

A pedido do Idec, Justiça derruba decisão da Anvisa e indústria é obrigada a se adequar ao selo da lupa

A pedido do Idec, Justiça derruba decisão da Anvisa e indústria é obrigada a se adequar ao selo da lupa

A Justiça Federal de São Paulo concedeu medida liminar na ação civil pública (ACP) apresentada pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (I

Nota de Repúdio do Sindpesp ao desfile da Escola de Samba Vai-Vai

Nota de Repúdio do Sindpesp ao desfile da Escola de Samba Vai-Vai

O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) manifesta, veementemente, repúdio ao Grêmio Recreativo Cultural e Social Esco

Três cidades de Rondônia terão provas do Concurso Público Nacional Unificado

Três cidades de Rondônia terão provas do Concurso Público Nacional Unificado

Terminam nesta sexta-feira (9/2) as inscrições para o Concurso Público Nacional Unificado (CPNU) e até agora 1,5 milhão de pessoas já se inscreveram

Gente de Opinião Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)