Porto Velho (RO) terça-feira, 17 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Brasil

Aprovado pelo senado o projeto que proíbe casamentos de menores


Foto: Internet - Gente de Opinião
Foto: Internet

O Senado aprovou nesta terça (19) o projeto que proíbe o casamento de menores de 16 anos. O texto mantém a exceção, preservada no Código Civil, na qual pais ou responsáveis de jovens com 16 e 17 anos podem autorizar a união.

A proposta é de autoria da ex-deputada federal Laura Carneiro (MDB-RJ).

A medida atende às orientações da Organização das Nações Unidas (ONU) . De acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), na última década, foram evitados 25 milhões de casamentos de menores de idade.

A agência da ONU informou que a proporção de mulheres que se casam enquanto crianças diminuiu 15% na última década, descendo de uma em quatro meninas para, aproximadamente, uma em cada cinco.

*Com informações da Agência Senado.

Mais Sobre Brasil

Crise Penitenciária: Morrem 52 em rebelião no presídio do Pará

Crise Penitenciária: Morrem 52 em rebelião no presídio do Pará

O colapso no sistema penitenciário brasileiro, evidenciado novamente com rebeliões e mais mortes, têm gerado enorme apreensão na população com diversa

Aberta as inscrições para o Brasil Latin Open 2019.

Aberta as inscrições para o Brasil Latin Open 2019.

Estão abertas as inscrições para a sexta edição do maior campeonato de dança a dois da América do Sul, o Brasil Latin Open. A edição 2019 acontecerá

Terror nacional "Vende-se imóvel", estreia nas plataformas digitais

Terror nacional "Vende-se imóvel", estreia nas plataformas digitais

O filme nacional de terror "Vende-se imóvel", dirigido por Jean Grimard Gauthereau ("A Sombra do Fogo") chega às plataformas digitais iTunes, Google

Profissão de Risco:  Brasil é um dos países mais perigosos para jornalistas

Profissão de Risco: Brasil é um dos países mais perigosos para jornalistas

De 1995 a 2018, 64 profissionais da comunicação foram mortos no país. Informação consta em relatório divulgado pelo Conselho Nacional do Ministério