Porto Velho (RO) domingo, 12 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Brasil

Aprovado pelo senado o projeto que proíbe casamentos de menores


Foto: Internet - Gente de Opinião
Foto: Internet

O Senado aprovou nesta terça (19) o projeto que proíbe o casamento de menores de 16 anos. O texto mantém a exceção, preservada no Código Civil, na qual pais ou responsáveis de jovens com 16 e 17 anos podem autorizar a união.

A proposta é de autoria da ex-deputada federal Laura Carneiro (MDB-RJ).

A medida atende às orientações da Organização das Nações Unidas (ONU) . De acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), na última década, foram evitados 25 milhões de casamentos de menores de idade.

A agência da ONU informou que a proporção de mulheres que se casam enquanto crianças diminuiu 15% na última década, descendo de uma em quatro meninas para, aproximadamente, uma em cada cinco.

*Com informações da Agência Senado.

Mais Sobre Brasil

Fortaleza tem visual novo nas suas ruas

Fortaleza tem visual novo nas suas ruas

Enquanto os contrários a Bolsonaro tentam desdizer o que disseram antes, pois, o acusavam de estar com covid-19 e mostrar exames falsos, agora, quan

Governo Federal publica edital para pavimentação da BR-319/AM

Governo Federal publica edital para pavimentação da BR-319/AM

O Ministério da Infraestrutura, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), publicou, nesta quarta-feira (24), no Diári

Ministério do Desenvolvimento Regional abre vagas para 249 profissionais temporários

Ministério do Desenvolvimento Regional abre vagas para 249 profissionais temporários

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) abriu edital para a contratação de 249 profissionais que irão integrar quadros técnicos da Pasta por at

Homens aumentam participação nos afazeres domésticos, mas mulheres fazem a maioria dos trabalhos em casa

Homens aumentam participação nos afazeres domésticos, mas mulheres fazem a maioria dos trabalhos em casa

O suplemento Outras Formas de Trabalho, da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), identifica que, em Rondônia, 92,1% da