Porto Velho (RO) segunda-feira, 19 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Bornhausen: PT comanda o ´crime eleitoral organizado´


Maiá Menezes - Agência O GloboRIO - O presidente nacional do PFL, Jorge Bornhausen, acusou o PT nesta quarta-feira de comandar o que chamou de "crime eleitoral organizado". O senador afirmou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá de provar que não sabia da compra frustrada do dossiê que ligava líderes tucanos à máfia dos sanguessugas.- Os fatos estão demonstrando que a armação foi toda do PT. E dificilmente o candidato a um cargo tão importante quanto o de presidente da República não sabe o que seu partido está fazendo - afirmou.Bornhausen lembrou, com ironia, que o petista Oswaldo Bargas, acusado de oferecer o dossiê a repórteres da revista "Época", é responsável pelo capítulo de trabalho e emprego do programa de governo do presidente, candidato à reeleição pelo PT.- É lamentável. Agora ele está fazendo um capítulo a mais no programa de governo: o do crime eleitoral organizado - atacou o senador.O presidente do PFL participa do lançamento do programa de governo do candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin. O tucano chegou há poucos minutos à Marina da Glória, na Zona Sul do Rio.

Mais Sobre Política - Nacional

O registro de plantas e flores ornamentais será debatido no Senado

O registro de plantas e flores ornamentais será debatido no Senado

Pelo projeto, o produtor que desenvolver uma nova cor de orquídea pode ser liberado da inscrever o produto no RNCA Comissão de Agricultura e Reforma A

 JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

Dinheiro para financiar a campanha presidencial do PSDB

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse ontem (14) que manterá o programa Mais Médicos e vai substituir os cerca de 8.500 profissionais cubanos p