Porto Velho (RO) quarta-feira, 15 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Bispo entrega carta a Lula


Agência o Globo SÃO PAULO - O bispo de Barra (BA), dom Luiz Cappio, enviou nesta quinta-feira uma carta ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva condenando a retomada do projeto de transposição do Rio São Francisco. O documento apresenta um projeto alternativo para amenizar a falta de água no semi-árido nordestino. Para o bispo, que chegou a fazer greve de fome para impedir o início do projeto, o governo pretende gastar R$ 6,6 bilhões no projeto, o que é quase 50% do que pretende alocar em recursos hídricos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Segundo ele, o próprio presidente Lula havia lhe pedido, em audiência no Palácio do Planalto em dezembro de 2005, uma alternativa. - Agora, a gente está apresentando uma proposta com menor custo ambiental e mais favorável à população pobre do semi-árido - avaliou em entrevista na sede da Cúria Metropolitana de Brasília. Segundo o bispo, o diálogo proposto pelos movimentos sociais como alternativa ao projeto não é uma discussão apenas "ideológica". - O debate vai se dar em torno de sugestões concretas, inclusive de órgãos oficiais - ressaltou. Dom Cappio também negou querer atrapalhar o governo. - Ninguém aqui está contra o governo - disse. - A gente quer apenas ajudar o presidente a administrar o projeto e comprometer-se com as reais necessidades da população. O bispo diz na carta que deseja retomar as negociações com o governo, a quem pretende mostrar que há outras alternativas para a recuperação do Rio São Francisco. Dom Cappio protocolou a carta nesta quinta-feira no Palácio do Planalto. O Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic), a Comissão Pastoral da Terra (CPT), o Conselho Pastoral dos Pescadores (CPP), e a Cáritas declararam apoio ao bispo. Apesar de considerar um gesto isolado a atitude de Cappio, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) tem interesse em acompanhar a evolução dos diálogos entre os movimentos sociais e o governo federal para encontrar um projeto alternativo. Por meio da assessoria de imprensa, a entidade informou que respeita a liberdade de opinião de dom Cappio. No entanto, a CNBB salienta que o pronunciamento de um bispo não representa a posição de todos. Durante a entrevista coletiva do bispo de Barra, na Bahia, dom Luiz Flávio Cappio, foi anunciada uma série de mobilizações populares em defesa do Rio São Francisco. Governador discorda O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, no entanto, afirmou nesta quinta-feira que o projeto de transposição do Rio São Francisco não pode ser paralisado. - Não podemos achar que se vai fazer uma obra desse tamanho com 100% das pessoas concordando - afirmou Campos referindo-se ao bispo de Barra (BA), dom Luiz Flávio Cappio, que esteve nesta quinta em Brasília. Já o ministro da Integração Nacional, Pedro Brito, defendeu o projeto de integração do rio São Francisco afirmando que ele não é incompatível com o projeto alternativo apresentado pelo bispo, e que o edital de licitação, que divide as obras de integração do rio São Francisco em 14 lotes, deverá ser lançado até o dia 15 de março.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu